Publicidade

O Vasco se prepara para o duelo deste domingo, contra o Náutico, em Recife. Um bom resultado por fazer os cruzmaltinos colarem n0 G-4 da Série B.

Só que a partida corre o risco de não acontecer. Isso porque a CBF ameaçou tirar todos os jogos de Pernambuco caso não haja a presença da Polícia Militar em campo.

Presidente do Náutico tratou de acabar com polêmica (Foto: Reprodução)

A ameaça ocorreu nesta semana, após torcedores do Santa Cruz invadirem o gramado do Arruda. No entanto, o presidente do Náutico tratou de tranquilizar todos.

Publicidade

Edno Melo revelou que já se reuniu com a PM, algo que já ocorre sempre antes das partidas. Além disso, o clube vai contratar 120 seguranças.

Relacionadas

Tanto Náutico quanto o Vasco ainda sonham com o acesso. Os pernambucanos estão com 44 pontos, dois a menos que os cariocas na classificação.

Comentários