Publicidade

O time do Vasco mal entrou em campo e percebeu que a noite de sexta-feira seria de protesto em São Januário. O empate por 2 a 2 com o Remo passou batido para a maioria dos 1.024 torcedores que compareceram ao estádio da Colina história para ver a despedida do time em casa na Série B do Campeonato Brasileiro. Os vascaínos não aceitam a permanência na Segundona.

Os dois jogadores mais hostilizados foram o zagueiro Leandro Castán e o atacante Morato. Em protestos de bom humor, os vascaínos gritaram “Ei Castan, sai do Instagram” em uma alusão ao fato de o atleta postar de maneira constante nas redes sociais.

Torcida do Vasco ficou na bronca com o time (Foto: Reprodução Premiere)

Quando o jovem Gabriel Pec, que entrou no segundo tempo, pegava na bola outro protesto com sarcasmo: “Ei Pec, vai fazer o ENEM”. Já outra cria da base, o lateral Riquelme, foi o único aplaudido pela torcida.

Publicidade

Após Galarza fazer o segundo gol do Vasco houve um princípio de tumulto nas sociais do estádio. Isso porque a maioria dos presentes se revoltou com o apoio de parte da torcida, que sonhava com um empate que não veio nem com o Remo ficando com um a menos em campo.

Relacionadas

Jorge Salgado Vasco

Após o apito final aí foi a vez de quase que todo oi estádio xingar o presidente Jorge Salgado. O dirigente é responsabilizado pela maioria da torcida por conta do mau desempenho em campo.

O Vasco se despede da Série B do Campeonato Brasileiro no domingo 28 de novembro, às 16h(de Brasília). O time vai ao Estádio do Café, no Paraná, medir forças com o Londrina, que luta contra o rebaixamento.

Comentários