Publicidade

Evolução. Esta é a palavra de ordem no Vasco após o triunfo de 1 a 0 sobre o Caracas, na noite de quarta-feira, pela rodada de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. O técnico Ricardo Sá Pinto acredita que a equipe tem plenas condições de crescer ainda mais e vê o time mais sólido do que aquele que se apresentou na derrota de 2 a 1 para o Corinthians.

Ricardo Sá Pinto prega evolução no Vasco (Divulgação Vasco)

O Vasco teve dificuldades para vencer o Caracas e triunfou pelo placar mínimo, com gol marcado por Tiago Reis, aos 43 minutos do segundo tempo. Este foi o segundo jogo da equipe sob o comando do técnico Ricardo Sá Pinto, que assumiu em um momento delicado na temporada. O time está na zona do rebaixamento no Brasileirão e vai ter de enfrentar os venezuelanos fora de casa na próxima semana para avançar na competição continental.

Leia também:

Publicidade

Reforço ou problema! Gustavo Torres tem histórico complicado
Vasco procura goleiro no mercado

Apesar das dificuldades em campo, o treinador português admitiu que a equipe não produziu o que esperava, mas elogiou seu comportamento.

– Eles (Caracas) estavam a espera de um erro nosso. Eles queriam roubar a bola para finalizar. Sabíamos disso, mas não corremos risco. A gente tinha de ter superioridade numérica pois se a gente estivesse no 1×1 seria perigoso. Além disso, as bolas paradas. Alertar para não cometermos faltas, pedi calma. Não conseguimos isso, mas enfim, o time esteve bem e sólido – avaliou Sá Pinto.

Tiago Reis impressiona Sá Pinto

Tiago Reis salvou o Vasco (Foto: Vasco)

Publicidade

Herói do Vasco na noite, Tiago Reis não atuava desde março. Cria da base, o atacante vinha sem espaço com Ramon Menezes, mas sua estrela brilhou. Ele entrou em campo aos 39 minutos e marcou o gol da vitória quatro minutos depois. Satisfeito com o que viu, Sá Pinto sinaliza com mais oportunidades ao jogador.

– Tiago é da base, teve sempre notoriedade e foi artilheiro da Copinha. Sabemos da qualidade, é um finalizador nato e não precisa de muitas oportunidades para fazer gol. Ele precisa jogar. Vou tentar ajudá-lo.

– Cano normalmente é o titular. Gustavo Torres joga na posição de centroavante e também de ponta. Temos o Riba também, mas o Tiago justificou ser opção – completou.

Publicidade

Antes de viajar para a Venezuela, o Vasco volta a campo no domingo, para enfrentar o lanterna Goiás, pelo Brasileiro. Mesmo fora de casa, a vitória é fundamental para que a equipe ganhe tranquilidade na competição nacional e confiança para buscar a classificação na Sul-Americana.