Publicidade

O Vasco vem encontrando dificuldades para buscar reforços no mercado da bola. Mas o diretor-executivo Alexandre Pássaro fez uma revelação curiosa. Os jogadores preferem ser reservas em clubes envolvidos em mais de uma competição do que se transferir para o time da Colina.

Não se trata de nenhum desprezo ao Vasco. Mas sim a questão financeira.

Alexandre Pássaro revela problemas do Vasco na ida ao mercado (Reprodução VascoTV)

– Criamos uma lista, fomos atrás de alguns jogadores de times que disputam ainda três competições (Flamengo, Palmeiras, Atlético-MG e Fluminense), e ouvimos coisas como: ‘Eu não to jogando, to no banco, mas se o meu time ganhar eu vou ganhar um bicho maravilhoso, então vou ficar’ – disse Pássaro.

Publicidade

MAIS! Veja os elencos mais valorizados do futebol brasileiro

O dirigente não citou os nomes dos jogadores, mas lembrou que não haverá um salvador, um herói a caminho para resgatar o time. Segundo, foi realista sobre que tipo de reforço é possível conseguir.

– Estamos olhando sempre o mercado, sempre pra reforçar o time. A gente tem buscado opções, mas entendemos que não haverá um herói. A gente precisa melhorar ainda mais – ponderou.

Relacionadas

Publicidade

O próximo adversário do Vasco será o Operário-PR, fora de casa e no atual estágio da equipe, um empate já será um bom negócio. Em seguida, Lisca terá oito dias livres de jogos para trabalhar.
Assim, o duelo contra a Ponte Preta no domingo 29, em São Januário, será um teste importante para avaliar o que esperar para o restante da competição.

Comentários