Publicidade

A derrota para o Guarani praticamente acabou com as chances de acesso do Vasco. Com isso, o clima que já era ruim passou a ser de pressão em São Januário.

A diretoria fala abertamente que planeja 2022 com a possibilidade da equipe seguir na Série B. No entanto, a pressão por mudanças no departamento de futebol cresceu nesta sexta-feira.

Alexandre Pássaro chegou no início da temporada ao Vasco (Reprodução VascoTV)

O diretor-executivo Alexandre Pássaro é o principal alvo do descontentamento. O profissional chegou no início da gestão do presidente Jorge Salgado e foi o mentor da criação do elenco para esta temporada.

Publicidade

Pássaro não fala com a imprensa há algumas semanas. O dirigente pode ser o primeiro a deixar o Vasco caso a permanência na Segundona se concretize.

O Vasco tenta um milagre que é vencer as cinco partidas restantes na Série B. Além disso, os cruzmaltinos vã ter que “secar” os rivais na briga pelo acesso.

Relacionadas

Fernando Diniz Vasco
Fernando Diniz Vasco

Atualmente, os cruzmaltinos estão na oitava posição, a oito pontos do G-4.

Comentários