Publicidade

A derrota para o Sampaio Corrêa deixou o Vasco ainda mais pressionado na Série B. Com mais nove jogos pela frente, o Gigante da Colina precisa engatar uma vitória em cima da outra. E tem uma sequência decisiva.

Algumas partidas são mais importantes do que outras, pois, além de vencer, a equipe está tirando pontos de um adversário direto. Esta será a circunstância das próximas cinco rodadas da equipe de Fernando Diniz, a começar pelo líder Coritiba, neste sábado.

Diniz Vasco Fernando Diniz tenta comandar reação do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Na sequência, o Vasco pegará Náutico (fora de casa), CSA (em casa), Guarani (f) e Botafogo (c). Todos eles estão ou no G-4 ou ainda com esperanças de terminar a Série B nele.

Relacionadas

Nenê Brusque x Vasco
Marquinhos Gabriel Vasco

Publicidade

Impedir que os adversários somem pontos é importante porque aumentam as chances de que as vagas sejam alcançadas com uma soma menor de pontos. A estimativa atual é de que sejam necessários 64 pontos para garantir o acesso, mas é possível que esse número seja menor.

LEIA MAIS! Diniz pede para torcida continuar acreditando

Para o Vasco alcançar a pontuação ideal, ele precisa somar 21 pontos, ou seja, vencer sete dos nove jogos restantes. Outra alternativa seria vencer seis e empatar três. Isto representa um aproveitamento de 78%, que é maior do que os 62,1% do Coxa e do que os 61,1% do Cruzmaltino sob o comando de Fernando Diniz.

Publicidade

Na reta final da Série B, o Vasco enfrentará duas equipes que hoje aparecem na zona do rebaixamento, o Vitória (c) e o Londrina (f). Este último será na rodada final, no Estádio do Café. Além disso, o Cruzmaltino enfrentará Vila Nova (f) e Remo (c), que hoje estão no meio da tabela.

Comentários