Publicidade

O Vasco estava próximo de ver o meia Martín Benítez ir embora no fim do ano. Isso porque o argentino está emprestado até dia 31 e não pagou a quantia referente para obter em definitivo o jogador junto ao Independiente-ARG.

Vasco tem até dia 17 para manter Benítez (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Só que na noite desta terça-feira, os dirigentes argentinos aceitaram pedido do presidente Alexandre Campello e deram mais tempo para os cruzmaltinos. Mas o período será curto: até a próxima quinta-feira.

O Independiente aceitou esperar o julgamento na Justiça da eleição cruzmaltina. Jorge Salgado e Leven Siano brigam para serem confirmados como presidente do Vasco.

Publicidade

– Nós vamos esperar até o dia 17. Mas ao mesmo tempo seguimos falando com outros clubes, mas até o dia 17 esperamos que a justiça decida e vemos como segue tudo isso – disse Jorge Damiani, diretor esportivo do clube argentino, ao site Esporte News Mundo.

Campello confirmou o pedido, mas adiantou que o Vasco não tem dinheiro em caixa para pagar os US$ 4 milhões (20 milhões) que precisam ser depositados para seguirem com Martín Benítez em definitivo.

Leia também:

Publicidade

Julgamento na quinta pode definir presidente no Vasco

Empresário não vê saída de Cano

Caso não consiga resolver a questão, Benítez vai disputar apenas mais dois jogos pelo Vasco, contra Santos e Athletico.