Publicidade

O Vasco sentiu o golpe. A realidade de ter de jogar a Série B em 2022 é cada vez mais irreversível. A derrota para o Botafogo, neste domingo, em São Januário, complicou a situação de vez. Nenê é o retrato do momento do Vasco. O meia chorou na entrevista e fez uma promessa.

– Temos de ter vergonha na cara mesmo. Eu estou assim porque é a segunda vez que vim ajudar e sinto que falhei, mas Deus sabe de todas as coisas. Eu não vou baixar a cabeça. Sei que dei tudo de mim e vou continuar dando até o último jogo, até o último segundo. Vou ficar até o Vasco subir, igual à primeira vez que eu vim – declarou Nenê, entre lágrimas.

Nenê chora e faz promessa | Foto: Reprodução TV Globo

O Gigante da Colina até começou o clássico bem contra o Botafogo, mas a instabilidade e erros conhecidos pesaram. Logo no início, após quase marcar em dois lances, o Vasco levou um contra-ataque após escanteio a favor e viu o rival marcar. Já havia acontecido na derrota para o Guarani.

Relacionadas

Publicidade

A partir daí, o Vasco sentiu o golpe. O Botafogo ampliou. Para piorar, Léo Matos foi expulso no primeiro tempo, que acabou 3 a 0 para o rival. A torcida vascaína protestou em São Januário, aos gritos de “time sem-vergonha”.

Agora, o Vasco precisa de um milagre para subir. O Gigante da Colina, no momento, está a oito pontos do G-4. Entretanto, a diferença pode pular para dez pontos, caso o CRB vença a Ponte Preta, neste domingo, em Campinas. Faltam apenas quatro rodadas.

O Vasco volta a campo nesta quarta-feira e recebe o Vitória, em São Januário, às 21h30 (horário de Brasília).

Comentários