Publicidade

O Vasco vive situação delicada dentro de campo, com o acesso distante na Série B. Além disso, fora dele, a diretoria trabalha para diminuir as dívidas.

O presidente Jorge Salgado falou com a imprensa e destacou que pretende reduzir a dívida do clube somente em 2021 em R$ 200 milhões.

Jorge Salgado Vasco Jorge Salgado segue processo de saneamento das finanças (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

– Pegamos o clube com R$ 835 milhões de dívida e pretendemos entregar já final do ano com uma dívida ao redor de R$ 600 milhões. Faz parte do nosso plano de reestruturação – disse.

Publicidade

Salgado explicou que mesmo sem novas receitas, o clube pode investir mais no futebol em 2022 caso consiga negociar os débitos.

– Esta redução de dívidas pode trazer benefícios para o nosso clube no ano que vem. Não entra dinheiro imediatamente no clube, mas vai permitir um fluxo de caixa melhor que o atual. Poderá, a partir de 2022, realocar mais dinheiro no futebol, a medida que reduzimos a dívida e tivemos menos encargos vamos investir mais no futebol. Apesar de não trazer dinheiro imediatamente vai refletir no futebol – declarou.

Relacionadas

Nenê Brusque x Vasco

Dentro de campo, o Vasco busca uma arrancada nas rodadas finais da Série B. O primeiro desafio será nesta quinta-feira, contra o Guarani, no Brinco de Ouro.

Comentários