Publicidade

O Vasco sofreu um prejuízo duplo diante do Náutico neste domingo, nos Aflitos. Além de sofrer o empate após estar vencendo por 2 a 0, ganhou um desfalque de peso para a próxima rodada. O meia Nenê recebeu o terceiro cartão amarelo e, portanto, não estará no time de Fernando Diniz na partida contra o CSA.

Para o treinador cruzmaltino, entretanto, a punição ao camisa 77 foi desnecessária. Após a partida, Diniz se manifestou e discordou da atitude do árbitro Paulo Roberto Alves Júnior.

Nenê foi mais uma vez decisivo contra o Náutico, mas Fernando Diniz terá de buscar um substituto (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

– Ele simplesmente castigou quem estava tentando jogar o jogo todo. Uma hora o Nenê ia reclamar mesmo. O banco todo do Náutico foi reclamar com o Nenê, e ele se defendeu. E sem motivo o pessoal do Náutico. O jogo estava pegado, o Paulo estava deixando o jogo correr, e o Nenê estava sofrendo inúmeras faltas. Mas o árbitro não tem que castigar quem está querendo jogar. Acho que o cartão do Nenê foi desnecessário – afirmou Fernando Diniz.

Publicidade

Desde que retornou ao Vasco, Nenê se tornou uma das principais peças do esquema de Fernando Diniz. Com o empate nos Aflitos, o duelo em casa contra o CSA na próxima sexta-feira se tornou fundamental na luta pelo acesso.

Leia Também:

Bruno Gomes: ‘Deveríamos ter saído com a vitória’

Futebol carioca e brasileiro em luto pela morte de Ubirajara Motta

Publicidade

– O Nenê de fato tem sido o nosso grande protagonista, ele chegou de maneira especial, com intimidade com o nosso torcedor e com a instituição. Ele vem produzindo muito em todos os jogos. Tanto na questão de decidir os jogos, quanto na liderança e também na ajuda ao sistema defensivo. Eu já estou pensando, obviamente é muito precoce, mas temos algumas possibilidades. Durante a semana vou procurar escolher o substituto – disse o treinador.

Com o encerramento da 31ª rodada da Série B, o Vasco permaneceu na sexta colocação na tabela. Entretanto, a distância para o G-4 aumentou de 4 para 5 pontos, restando sete rodadas para o fim da competição.

Relacionadas

Comentários