Publicidade

O Vasco inicia esta noite a disputa por uma vaga nas quartas de final da Copa Sul-Americana. O difícil jogo de ida contra o Defensa y Justicia será na Argentina, mas o Vasco conta com um trunfo, a sua consistência defensiva.

Leandro Castán é um dos pilares do Vasco Leandro Castán comandará a defesa do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/CRVG)

Desde que assumiu a equipe, o técnico Ricardo Sá Pinto alterou o sistema de jogo. Preocupado com a fragilidade do time, o mister adotou um esquema com três zagueiros nas últimas partidas. Com apenas dois gols sofridos em cinco jogos, a medida, portanto, está dando certo.

A nova postura do Vasco será então um trunfo no duelo fora de casa pelo mata-mata continental. O Cruzmaltino decidirá a vaga na próxima fase na próxima semana, em São Januário.

Publicidade

Nesta quinta, o técnico Ricardo Sá Pinto não estará à beira do gramado, pois está afastado com Covid-19. Entretanto, o auxiliar Alexandre Grasseli poderá contar com a zaga titular em campo. Recuperados da Covid, Miranda e o capitão Leandro Castán estarão em ação ao lado de Ricardo Graça.

Leia também:

Projeto Sul-Americana! Vasco encara o Defensa Y Justicia

Publicidade

Falta de experiência internacional é desafio do Vasco na Sul-Americana

Na lateral direita, Léo Matos também retorna ao time após cumprir suspensão no último domingo pelo Brasileiro.

O Vasco tem, portanto, uma boa chance de retornar da Argentina com pelo menos um empate. O Defensa y Justicia atravessa uma má fase técnica e não vence há cinco jogos. Além disso, nas oito últimas partidas disputadas, venceu apenas uma, justamente a que lhe garantiu a vaga nas oitavas. Na ida da segunda fase da Sul-Americana, superou o Sportivo Luqueño por 2 a 1, no Paraguai.

Publicidade

A bola rola às 21h30 de Brasília, na noite desta quinta-feira no Estádio Norberto “Tito” Tomaghello, em Santa Rosa.