Publicidade

O Vasco ainda não anunciou seu treinador. Ao contrário do que o presidente Alexandre Campello esperava, dificilmente o anúncio sairá nesta segunda-feira. Na corrida contra o tempo em São Januário, a escolha do treinador vira drama no Vasco.

Felipão e Dunga cotados no Vasco (Foto: CBF)

A diretoria do Vasco da Gama está trabalhando intensamente na procura de um treinador. Com a demissão de Ramon Menezes e vários membros da comissão técnica na última quinta-feira, a equipe foi comandada pelo por Alexandre Grasseli no clássico contra o Flamengo, no sábado. Grasseli é treinador do Sub-20 Cruzmaltino.

Leia também:

Publicidade

Fernando Miguel: ‘Não estamos conseguindo barrar as equipes e temos sofrido’
Campello dispara contra arbitragem: ‘É um absurdo’

Após a derrota por 2 a 1 diante do Rubro-Negro, o elenco recebeu folga nesta segunda-feira e se reapresenta nesta terça, em São Januário. A ideia da diretoria é ter um novo treinador o mais breve possível, para aproveitar a semana livre de jogos. O Vasco só volta a atuar no domingo, quando visitará o Internacional, em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Brasileirão.

Dorival e Dunga descartados. Mas…

Na sexta-feira, o favorito para assumir o comando da equipe era Dorival Júnior. As conversas foram iniciadas mas não houve acerto. Outro nome que ganhou força no clube foi o de Dunga, ex-técnico da Seleção Brasileira e ex-jogador do Vasco. Os dois nomes, porém, já foram descartados pelo presidente Alexandre Campello

Publicidade

– Dorival Júnior e Dunga estão descartados – afirmou o mandatário em entrevista à ESPN. Apesar disso o MAIS QUE UM JOGO apurou que a pressão por Dunga é grande e Campello pode ceder.

No início da temporada, o Vasco optou por um treinador experiente para substituir Vanderlei Luxemburgo, que deixou o clube rumo ao Palmeiras. Abel Braga foi o escolhido, mas o time não decolou e ele foi dispensado em março. A diretoria então fez uma aposta no inexperiente Ramon Menezes, e tudo correu bem no início do trabalho. Entretanto, a equipe caiu de rendimento, foi eliminada da Copa do Brasil e entrou em queda livre no Brasileirão.

Prioridade é treinador experiente

Dorival chegou a ser prioridade (Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net / Divulgação)

O desejo dos dirigentes é novamente contar com um treinador experiente.

Publicidade

– O perfil do novo treinador é ter muita experiência. Não deu certo com Abel Braga, mas tivemos resultados com Vanderlei Luxemburgo – disse Campello.

Com poucas opções no mercado nacional, técnicos estrangeiros já estão sendo cogitados. O uruguaio Diego Aguirre e o argentino Gabriel Heinze entraram na lista de possibilidades.

Reforços a caminho

Publicidade

Antes de contratar um novo treinador, o Vasco já anunciou um reforço. O argentino Leonardo Gil, que estava no Al-Ittihad, da Arábia Saudita, é aguardado esta semana para realizar exames médicos e assinar contrato.

Aos 29 anos, o polivalente Leo Gil atua principalmente como volante, mas também pode ser escalado como meia e lateral. Além dele, o Vasco ainda não desistiu do equatoriano Antonio Valencia. Entre o clube e o jogador, está praticamente tudo acertado, mas o Vasco resolveu esperar pela aprovação do novo treinador. Outro atleta que pode chegar esta semana é o meia Patrick, de 21 anos, revelado pelo Grêmio.

Por outro lado, se chegar a tempo, o novo treinador já vai encontrar problemas para escalar a equipe para domingo. O lateral Cayo Tenório, terceiro amarelo, e o volante Bruno Gomes, suspenso, estão fora. Entre os lesionados, o zagueiro Ricardo Graça deve permanecer de fora, mas o meia Juninho pode retornar.