Publicidade

O Vasco sofreu um revés que ninguém esperava no último sábado, mas o técnico Fernando Diniz pede para a torcida continuar acreditando. O treinador minimizou a derrota para o Sampaio Corrêa pela 29ª rodada da Série B, no Castelão, em São Luis (MA).

O prejuízo cruzmaltino na rodada foi grande, já que perdeu a oportunidade de ficar somente a dois pontos do G-4. Além disso, a equipe caiu duas posições na tabela de classificação e agora aparece em oitavo lugar.

Fernando Diniz cercado pela torcida do Vasco em São Luis (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

– Posso falar para continuar acreditando. São coisas que acontecem no futebol. A gente teve chances para marcar e sair com a vitória, e infelizmente não conseguimos o placar. Mas a gente vai seguir brigando, lutando, e tá todo mundo com a cabeça em pé. Chateado com a derrota mas acreditando no acesso – afirmou Diniz após a partida.

Publicidade

O mais dolorido foi amargar a derrota diante de uma equipe que jogou o segundo tempo inteiro com um homem a menos. Apesar da superioridade numérica, o Vasco não conseguiu marcar e ainda sofreu o gol. Diniz, entretanto, negou que sua equipe estivesse abatida em campo.

Leia Também:

Derrota pesada! Vasco vê chance de subir diminuir

Nenê: ‘Sensação de estar voltando para casa’

Publicidade

– Não achei que o time esteve abatido. O time teve a chance para fazer o gol e não fez. A gente não podia ter tomado o gol, de bola parada, que era praticamente a única chance do Sampaio. Mas tentou o gol até o fim – disse Diniz.

– Eu não vi a equipe abatida, a vi tentando. Se não fosse assim, o goleiro do Sampaio não seria o melhor jogador em campo. A gente tinha que aproveitar melhor as chances que criamos. Não conseguimos fazer isso e o Sampaio, quando teve a chance de bola parada, conseguiu marcar o gol – completou.

Relacionadas

Fernando Diniz Vasco
Cano Sampaio Corrêa x Vasco

Após perder sua primeira partida desde que assumiu o time, Fernando Diniz terá a semana livre para preparar a equipe. No próximo sábado, o Vasco recebe o líder Coritiba em São Januário.

Comentários