Publicidade

A melancólica temporada do Vasco tem mais quatro jogos pela frente. O Gigante da Colina já jogou a toalha e aceitou a realidade: estará na Série B em 2022. O técnico Fernando Diniz tem futuro incerto. Ele foi o terceiro treinador do clube carioca na temporada.

Diniz, após substituir Lisca, vai para o 12º jogo à frente do Vasco. Foi a quantidade de partidas de Marcelo Cabo, primeiro técnico do Vasco na Série B. No momento, o aproveitamento de Fernando Diniz fica entre os dois antecessores.

Diniz Vasco Diniz tem futuro incerto no clube (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Marcelo Cabo, demitido, deixou o Gigante da Colina com 50% de aproveitamento dos pontos disputados na Série B. Foram cinco vitórias, três empates e quatro derrotas. Ou seja, 18 pontos. Antes da chegada de Lisca, o interino Alexandre Gomes comandou o time no empate com CSA.

Relacionadas

Jorge Salgado Vasco

Publicidade

Já Lisca, que pediu para sair, teve apenas 43,3% de aproveitamento na Série B. Sob o comando dele, o Gigante da Colina teve quatro vitórias, um empate e cinco derrotas. Foram 13 pontos conquistados.

MAIS! Da arrancada à decepção: Vasco vai do sonho à dura realidade com Diniz

Diniz, até aqui, tem 45,4% de aproveitamento. Ele conquistou 15 pontos dos 33 disputados, com quatro vitórias, três empates e quatro derrotas.

Publicidade

MAIS! Philippe Coutinho lamenta situação do Vasco: ‘Espero um dia poder voltar’

O Vasco está na nona colocação da Série B, com 47 pontos. No momento, a diferença para o CSA, quarto colocado, é de oito pontos. O Gigante da Colina enfrenta o Vitória, nesta quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), em São Januário.

Comentários