Publicidade

O Vasco completou 123 anos, neste sábado, sem muito a comemorar. Para piorar, o Gigante da Colina perdeu para o Operário, pela 20ª rodada, o que aumenta o drama dos cariocas na Série B. Revelado pelo clube, o volante Andrey fez um forte desabafo e cobrou reação do Vasco.

– Sinceramente, como cria do Vasco, criado aqui desde os 5 anos, eu tenho vergonha de vir falar para os 20 milhões de torcedores. Nosso sentimento tem de ser de vergonha na cara, de todos os jogadores. A gente tem de ser duro com a gente mesmo. Não adianta só esperar chegar ao fundo do poço para reagir. Tem de colocar a cabeça no travesseiro. Se está dando 100, tem de dar 300%. Porque é muito difícil a gente chegar aqui, com todo respeito ao Operário, ao Londrina, de todos que nos ganharam na Série B, a gente tem de ter vergonha na cara. A gente tem de ser protagonista nesta Série B, colocar a cara e ganhar, estar entre os quatro. Eu tenho vergonha e me sinto desrespeitando a torcida do Vasco por tudo que estamos passando, por este momento difícil. Eu peço desculpas a todos – declarou Andrey.

Andrey Vasco Andrey faz duro discurso no Vasco | Foto: Reprodução Premiere

Andrey cobra reação no Vasco

– Nós precisamos deitar a cabeça no travesseiro e mudar totalmente a chave. E não ficar falando e falando e na próxima partida fazer a mesma coisa, igual como foi contra o Londrina, contra o Operário. Vergonha na cara de saber que está uma merda, uma bosta e que a gente tem de mudar. Se a gente não mudar a gente vai continuar na Série B. Aí não tem apoio, não tem renda. A pressão é enorme, a gente tem de saber a camisa que está vestindo. O Vasco é gigante, um clube de tradição, de muita história no futebol. Então é como eu disse. Colocar a cabeça no travesseiro, trabalhar e mudar logo esta situação, porque a gente sabe que o lugar do Vasco não é na Série B. É na Série A – acrescentou o volante.

Relacionadas

Paulo Sérgio Operário x Vasco
Alexandre Pássaro Vasco

Publicidade

Andrey compartilha com a torcida o sentimento de indignação pelo momento do Vasco. O volante reforça o alerta para uma reação imediata do Gigante da Colina.

– Eu falo muito triste, com vergonha na cara, um sentimento de merda de ficar aqui falando. Eu peço desculpa à torcida. Pode cobrar de mim. Vou estar sempre aqui com coração aberto, porque estou aqui desde os 5 anos. Eu sei o que é vestir esta camisa. O sentimento de vocês é o meu. Peço perdão a vocês. Podem ter certeza de que vou conversar com meus jogadores para mudar a situação. O Vasco não merece estar onde está hoje e precisamos mudar a chave para subir para a Série A – encerrou.

O Vasco amargou a terceira derrota seguida na Série B. O Gigante da Colina está na 11ª colocação, a cinco pontos do G-4. Na próxima rodada, o clube carioca recebe a Ponte Preta, no domingo, dia 29, em São Januário.

Comentários