Publicidade

O Barcelona está em pé de guerra com Ousmane Dembélé. Em fim de contrato, o atacante francês, de 24 anos, está afastado para definir o futuro. O clube deseja que ele saia agora em janeiro. O que se desenha é mais um adeus traumático. O MQJ Memória, então, aproveita para relembrar a conturbada saída de Figo do Barça para o rival Real Madrid.

O craque português era ídolo do Barcelona. O clube espanhol foi buscar Figo no Sporting, em 1995. O atacante, então, virou protagonista do Barça (defendeu o time por cinco temporadas) e um dos nomes mais badalados daquela época. O que também ajuda a entender a repercussão da ida para o Real Madrid.

Galeria de Fotos

Figo se transformou em persona non grata e virou um “mercenário” para a torcida do Barcelona. A transferência do craque português foi uma das mais polêmicas do mercado da bola, pela rivalidade e pelos valores para época.

Relacionadas

Coutinho Liverpool 2015
Simeone

MQJ Memória relembra saída de Figo do Barcelona

Publicidade

O Real Madrid contratou Figo em 2000. Ele foi promessa de campanha de Florentino Pérez. O clube merengue impressionou ao pagar 60 milhões de euros. O craque português, então, virou o jogador mais caro do mundo.

MQJ Memória Figo Barcelona Figo trocou o Barcelona pelo Real Madrid (Divulgação)

Entretanto, Figo quase deu para trás. Paulo Futre, que ajudou na intermediação do negócio, revelou que o craque português pensou em desistir. Contudo, o empresário de Figo, José Veiga, havia assinado no contrato com Florentino Pérez uma cláusula que, em caso de desistência, teria de pagar 35 milhões de euros. Futre e Veiga não acreditavam que Pérez ganharia a eleição. Eles, então, tiveram de convencer Figo a ir para o Real, segundo Futre.

MQJ Memória: os vexames recentes do Barcelona na Champions League

Publicidade

Figo justificou a ida para o Real Madrid alegando falta de reconhecimento do Barcelona. O lado econômico, evidentemente, pesou. Ele defendeu o Real por cinco temporadas, inclusive sendo um nome de peso na era dos galácticos.

Na época de galáctico, Figo contra o Barcelona (Foto: Imago)

Pelo Real, Figo conquistou uma Champions League e o Campeonato Espanhol duas vezes, entre outros títulos, além de ter sido eleito melhor jogador do mundo. Em 2005, deixou a Espanha e foi para a Inter de Milão.

Comentários