Publicidade

Ser jogador de futebol de sucesso é uma dádiva em um mundo onde muitos fracassam na profissão. Imagina então se uma família consegue ter um craque em casa. A alegria é grande. Mas e quando a felicidade é em dobro. Foi isso que aconteceu em alguns casos. Neste 5 de setembro, dia do irmão, o MQJ Memória relembra irmãos que marcaram história no futebol.

No Brasil a família Antunes, que morava no bairro de Quintino, subúrbio do Rio de Janeiro, teve esta sorte. Edu e Zico fizeram história no futebol brasileiro nos anos 70 e 80. O Galinho de Quintino fez história pelo Flamengo, sendo o maior ídolo da história do clube. Ganhou Copa Libertadores e Mundial de Clubes. Além disso disputou Copa do Mundo. Já Edu teve uma carreira mais modesta, pois preferiu ficar marcado na história do America.

Galeria de Fotos

Apesar disso os dois irmão se respeitam demais e sabem que a família deu muita sorte.

Publicidade

– Realmente é algo muito bonito em uma família. Acredito que a gente tenha conseguido passar uma mensagem boa em termos de futrebol, dando a nossa contribuição – disse Zico.

MAIS!

MQJ Memória: Artilheiro no Flamengo e goleiro no Palmeiras
MQJ Memória: Botafogo perdeu Clei, o lateral que morreu por engano
Ézio, porque super-herói é pra isso que ele entra no MQJ Memória
MQJ Memória: Assis, o carrasco do Flamengo

Publicidade

Outra dupla de irmãos que fez história foi Raí e Sócrates. O segundo é o mais velho e brilhou no Corinthians e na Seleção Brasileira nos anos 80. Ganhou mais fama. Entretanto foi o irmão Raí quem ganhou uma Copa do Mundo, em 1994. Além disos foi campeão mundial pelo São Paulo, onde é ídolo.

Lela deu dois filhos para o futebol

Alecsandro e Richarlison são filhos de Lela (Foto: Atlético-MG)

Cocada e Mûller são outros dois irmão que se destacaram no futebol. O segundo foi ídolo do São Paulo e campeão mundial com a Seleção Brasileira em 1994. Mas Cocada marcou época no Vasco com um golaço no fim da decisão do Campeonato Carioca de 1988. Ele entrou em campo, fez o gol diante do Flamengo, e foi expulso logo depois.

MAIS!

Publicidade

Traumas que marcaram a saída de ídolos dos clubes
MQJ Memória: Zé Carlos, o Grandão do gol do Flamengo
MQJ Memória: Campeão mundial pelo Flamengo, Figueiredo morreu no auge da carreira MQJ Memória: Geraldo, o craque do Flamengo marcado por uma fatalidade
Alegria no apito: Margarida, o árbitro mais alegre da história do futebol

Alecsandro e Richarlyson também são exemplos de irmãos. Filhos do ex-ponta Lela, que foi campeão do Brasileirão de 1985 pelo Coritiba, os dois têm uma carreira de sucesso. Alecasandro foi artilheiro em clubes como Flamengo, Vasco, Palmeiras e Inter. Já Ricgarlison marcou época no São Paulo.

Relacionadas

MAIS!

Publicidade

MQJ Memória: O adeus a Clébson! O substituto de Jorginho
MQJ Memória: Daniel González, o uruguaio que fez história no Vasco e no Corinthians
Mãe de miss já era… O MQJ Memória lembra pais que cuidam da carreira de craques 
MQJ Memória: Craques que deixaram clubes de graça
MQJ Memória relembra casos folclóricos do futebol

Irmãos famosos também fora do Brasil

Michael e Brian Laudrup (Foto: Arquivo pessoal)

O futebol mundial também tem irmãos famosos. Dois dos maiores jogadores da história da Dinamarca são irmãos: Brian e Michael Laudrup colocaram o futebol dinamarquês no mapa do futebol internacional. Até hoje são ídolos.

Na Inglaterrea que marcou época foram os irmãos Neville. Jogaram no Manchester United, da Inglaterra. Gary virou ídoloi no timaço do Manchester United nos anos 90.

Publicidade

MAIS!

MQJ Memória: Polêmica no Carioca faz o futebol relembrar Eduardo Viana, o Caixa D´água
MQJ Memória: Vivinho, o gol de placa de São Januário
Nomes de animais, MQJ Memória relembra craques bichos
MQJ Memória: Carlinhos Violino, o interino acostumado a dar voltas olímpicas
MQJ Memória: Cláudio Coutinho montou o inesquecível Flamengo

Gabriel e Diego Milito são irmãos que também ganharam relevância internacional. Os dois argentinos entretanto jogam em posições diferentes. Diego é um artilheiro, enquanto que Gabriel, como bom zagueiro, gosta de evitar gols.

Publicidade

Apesar de brasileiros, crias da base do Fluminense, os laterais Rafael e Fábio fizeram época na Inglaterra. Ambos foram negociados cedos com o Manchester United.

MAIS!

MQJ Memória: Mazolinha, o craque que virou pedreiro
MQJ Memória: Berg, o Anjo Louro do Botafogo
Relembre grandes zebras do futebol carioca
MQJ Memória: America e Bangu, símbolos de uma época que o Rio tinha 6 grandes
MQJ Memória: Dener, o mais parecido com Pelé
Filho de peixe, relembre pais e filhos do futebol
MQJ Memória: Jorge Mendonça, o substituto de Dinamite

Comentários