Publicidade

O meia Andreas Pereira entrou para a lista de de jogadores que cometeram erros bizarros em jogos importantes. O apoiador, contratado para ajudar o time a conquistar títulos, se tornou o grande vilão da final da Copa Libertadores. Perdeu a bola para Deyverson marcar o gol do caneco do Palmeiras, que ganhou por 2 a 1 no Uruguai. O MQJ Memória de hoje relembra alguns jogadores que cometeram erros bizarros no futebol.

Galeria de Fotos

O jogador do Flamengo fez a Nação chorar. Mas não foi o primeiro. O goleiro Alex Muralha entrou em campo muito pressionado para enfrentar o Santos em 2017. O goleiro do Flamengo errou em dois lances cruciais e o Peixe ganhou por 2 a 1. Muitos questionam se o técnico Reinaldo Rueda deveria mesmo insistir no jogador.

O Flamengo já se beneficiou de uma falha de um jogador pressionado. Foi na final da Taça Guanabara de 1995. Márcio Teodoro era um zagueiro que não tinha a confiança da torcida do Botafogo. Naquela decisão, o Flamengo, se aproveitando da expulsão de Túlio Maravilha, abriu 2 a 0, mas permitiu a virada botafoguense. No fim do jogo, porém, ao recuar uma bola com a cabeça, Teodoro deu um passe para Romário decidir o caneco em favor do Urubu.

Botafogo sofreu com goleiros

Andreas Pereira não esteve bem (Foto: Getty)

Publicidade

O goleiro Max, que morreu em 2017 vítima de uma doença auto-imune, também foi muito perseguido na década passada pela torcida do Botafogo. Quis o destino que ele entrasse na vaga do expulso Julio Cesar no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca de 2007, também diante do Flamengo. Já na segunda partida o Alvinegro ganhava por 2 a 1 quando o goleiro “aceitou” um chute de fora da área de Renato Augusto. A final foi para os pênaltis, Max não agarrou nenhuma cobrança e Urubu foi campeão.

Relacionadas

Também em 2007 o goleiro Júlio César do Botafogo levou um frango em um chute de Clayton Xavier de fora da área e viu o Figueirense eliminar o Botafogo nas semifinais da Copa do Brasil. O jogo ficou marcado por erros de Ana Paula Oliveira, assistente no jogo.

Jogador já saiu do estádio no intervalo

Deivid e seu erro bizarro. Mas ficou marcado (Foto: Reprodução Premiere)

O Flamengo, porém, também viu outro jogador seu muito pressionado errar. E foi muito antes das falhas de Alex Muralha. Em 2010 o atacante Deivid vinha sendo muito cobrado por sua falta de pontaria. Em um clássico contra o Vasco, pelo Campeonato Carioca, ele protagonizou um lance bizarro. Após boa jogada do ataque flamenguista a bola passou pelo goleiro vascaíno e sobrou livre para o atacante rolar para o gol. Mas ele conseguiu desperdiçar o lance, virando meme. Assim ficou marcado até hoje. Mas ele tinha talento. Entretanto não escapou da zoação.

Publicidade

Na Série B do Campeonato Brasileiro de 2017 o goleiro Fábio, do Figueirense, falhou em um gol do Boa Esporte ainda no primeiro tempo do jogo. Ele vinha sendo cobrado pelos torcedores e no intervalo teve uma atitude para lá de polêmica: abandonou, de táxi, o estádio e acabou demitido pela imprensa.

Comentários