Publicidade

Libertadores terá TV mais democrática (Divulgação) Libertadores terá TV mais democrática (Divulgação)

A transmissão pela TV de jogos da Copa Libertadores deve ser mais democrática no Brasil a partir de 2019. Pelo menos esse é o objetivo do consórcio IMG-Perform, que adquiriu o poder de negociar os direitos de transmissão das partidas da competição continental entre os anos de 2019 e 2022. Atualmente os jogos para o Brasil são exibidos na TV aberta pela Rede Globo e na fechada por SporTV e Fox Sports.

O modelo de venda dos direitos de transmissão será semelhante ao visto atualmente na NFL, que fatia os jogos durante a semana, vendendo as partidas para várias emissoras de TV. O pacote oferecido para a TV aberta vai englobar toda a competição, porém, sem direito de repasse a terceiros e com apenas um duelo sendo transmitido por semana para a toda a rede. Isso impede a regionalização das transmissões.

Apenas um jogo da Libertadores na TV aberta

Publicidade

Com esse modelo, a Rede Globo, por exemplo, poderia transmitir um jogo na quarta-feira à noite, mas não, por exemplo, impedir que a Rede Bandeirantes ou RedeTV! transmita um na noite de quinta. Os pacotes de TV fechada vão englobar um maior número de jogos, que pode chegar a sete por semana.

No Brasil a Rede Record já manifestou o desejo de transmitir a competição no mercado de TV aberta. Já nas fechadas a competição está no radar do Esporte Interativo e da ESPN.

Além das emissoras de TV, o consórcio quer que a Libertadores deperte o interesse de produtores de documentário e marcas interessadas em fazer transmissões ao vivo pela internet, como Amazon, Facebook e Twitter.

Publicidade

Leia mais
De Rossi contesta escalação e vídeo viraliza na internet
Mesmo com R$ 15 milhões, Palmeiras silencia sobre Lucas Lima
Uber ativa patrocínio para empolgar a dupla Grêmio e Internacional
Neymar ganha ‘vale night’ do técnico do PSG
A meta (praticamente de artilheiro) de Paulinho no Barcelona

Mercado da bola: veja quem pode chegar e quem pode sair do seu clube
Vídeo: conheça o Benevento, o Íbis da Europa
Efeito Neymar: ibope do PSG sobe no Brasil