Publicidade

A janela do mercado da bola abriu, oficialmente, no dia 1º de julho. Duas semanas depois, o ritmo é intenso, com contratações de impacto e muito dinheiro envolvido. Alguns clubes têm se destacado. A lista dos que mais gastaram mostra um predomínio da Espanha. Do Top 5, quatro são times espanhóis, de acordo com dados do site “Transfermarkt”.

O Real Madrid “fez a limpa” logo no começo do mercado da bola e lidera o ranking dos clubes que mais gastaram até o momento. O Barcelona vem logo atrás. E os rivais ainda estão em ação, com possibilidade de novas contratações de impacto.

Os clubes que mais gastaram até aqui no mercado da bola

1º – Real Madrid

O clube merengue já gastou 303 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão). A contratação mais cara até agora é a de Hazard. O craque belga custou 100 milhões de euros (R$ 421 milhões).

Publicidade

2º – Barcelona

O clube catalão já desembolsou 233 milhões de euros (R$ 981 milhões). Vai contratar Neymar? O francês Griezmann é o reforço mais caro: 120 milhões de euros (R$ 505 milhões).

3º – Atlético de Madrid

Publicidade

Também investiu com força nesta janela do mercado da bola, somando 196,5 milhões de euros (R$ 827 milhões). O Atlético buscou João Félix para ser o substituto de Griezmann e pagou 126 milhões de euros (R$ 530 milhões) pelo atacante português.

4º – Borussia Dortmund

O clube alemão é o “intruso” entre os espanhóis no Top 5. O Borussia já gastou 127,5 milhões de euros (R$ 537 milhões). O zagueiro Hummels foi o mais caro – 30,5 milhões de euros (R$ 128 milhões).

Publicidade

5º – Sevilla

Encerra o Top 5 com 123,5 milhões de euros (R$ 520 milhões) em reforços nesta janela do mercado da bola. O jovem zagueiro Jules Koundé é o mais caro – 25 milhões de euros (R$ 105 milhões).