Publicidade

Montar um time costuma custar caro, sobretudo em tempos em que o mercado da bola está tão inflacionado. Qual técnico que mais gastou em reforços? O jornal “As”, da Espanha, fez um ranking com os treinadores que mais investiram em contratações.

A lista aponta três técnicos que já ultrapassaram a barreira de 1 bilhão de euros (R$ 4,4 bilhões) em reforços no mercado da bola. O treinador que lidera este ranking é o português José Mourinho.

Os técnicos que mais gastaram no mercado da bola

1º – José Mourinho

Atualmente sem clube, após deixar o Manchester United, Mourinho lidera o ranking. Ele soma 1,103 bilhão de euros (R$ 4,85 bilhões) em reforços ao longo da trajetória como técnico (já dirigiu também Porto, Chelsea, Inter de Milão e Real Madrid).

Publicidade

2º – Guardiola

O Manchester City não tem economizado para atender aos pedidos de Guardiola. Na carreira, somando também Barcelona e Bayern de Munique, os gastos com reforços são de 1,049 bilhão de euros (R$ 4,6 bilhões).

3º – Massimiliano Allegri

Publicidade

Sem clube desde a última temporada, quando deixou a Juventus, Allegri soma 1,006 bilhão de euros (R$ 4,4 bilhões) em contratações. O Milan foi outro gigante italiano comandado por Allegri.

4º – Manuel Pellegrini

O técnico chileno, atualmente no West Ham, soma 931 milhões de euros (R$ 4,1 bilhões) em reforços. Pellegrini já comandou Manchester City e Real Madrid, entre outros.

Publicidade

5º – Carlo Ancelotti

Os gastos em reforços do técnico italiano são de 892 milhões de euros (R$ 3,9 bilhões). Ancelotti comanda o Napoli e já passou por Juventus, Milan, Chelsea, Paris Saint-Germain, Real Madrid e Bayern de Munique, entre outros.

6º – Unai Emery

Publicidade

Atualmente no Arsenal, Emery, na trajetória como técnico, soma 688 milhões de euros (R$ 3 bilhões bilhões) em reforços. Ele já comandou o Paris Saint-Germain, Sevilla, Valencia, entre outros.

7º – Diego Simeone

Ídolo do Atlético de Madrid, o argentino soma 654 milhões de euros (R$ 2,8 bilhões em reforços), sendo 243,5 milhões de euros (R$ 1 bilhão) nesta temporada.

Publicidade

8º – Roberto Mancini

Técnico da seleção da Itália, Mancini já comandou Fiorentina, Lazio, Inter de Milão, Manchester City, Galatasaray e Zenit. Ele soma 638 milhões de euros (R$ 2,8 bilhões) em contratações.

9º – Antonio Conte

Publicidade

Assumiu a Inter de Milão nesta temporada e já comandou Juventus e Chelsea. Ao todo, Conte soma 633 milhões de euros (R$ 2,793 bilhões) em reforços.

10º – Arsène Wenger

Foram 22 anos à frente do Arsenal, pelo qual fez história. Wenger, que também dirigiu Nancy, Monaco e Nagoya Campus, do Japão, fecha o Top 10, com 617 milhões de euros (R$ 2,722 bilhões) em reforços.

Publicidade