Publicidade

O futebol europeu viveu mais uma janela de transferências agitada. O mercado da bola movimenta cada vez mais cifras “assustadoras” – tem sido assim a cada temporada. O “líder” de investimentos das últimas dez janelas é o Manchester City. O clube inglês é quem mais gastou em contratações, de acordo com dados do “Transfermarkt”.

Cinco clubes alcançaram a barreira de 1 bilhão de euros em reforços. Além do City, Juventus, Barcelona, Paris Saint-Germain e Real Madrid. Porém, o clube inglês tem uma “frente considerável” em relação aos rivais.

LEIA MAIS

Publicidade

Veja lista dos técnicos finalistas do prêmio Fifa de 2010 até hoje e quem levou
Top 10: os atletas que mais movimentaram dinheiro em transferências na história
Veja os clubes que mais arrecadaram com vendas nesta janela de transferências
Top 10: os clubes que mais gastaram nesta janela de transferências

Clubes que fecham o Top 10, Inter de Milão e Roma aparecem distantes dos maiores investimentos nas últimas dez janelas de transferências.

O Top 10 das últimas dez janelas de transferências

1º – Manchester City – 1,32 bilhão de euros (R$ 6,3 bilhões)

O City até “pegou leve” nesta janela de transferências – Mahrez foi o único reforço de peso. Porém, só na temporada passada o clube gastou 317,5 milhões de euros (R$ 1,5 bilhão) em contratações. É quem mais gastou nas última dez temporadas.

Publicidade

2º – Juventus – 1,08 bilhão de euros (R$ 5,18 bilhões)

Clube que mais gastou nesta janela de transferências, a Juve pulou para a segunda colocação deste “ranking” após ser protagonista agora, com investimento de 256,9 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão) neste mercado da bola, em especial para contratar Cristiano Ronaldo.

3º – Barcelona – 1,05 bilhão de euros (R$ 5 bilhões)

Publicidade

O Barça se garante com atletas revelados pela base, mas também investiu pesadamente em reforços nas últimas dez temporadas, especialmente em 2017/2018, quando gastou 344,37 milhões de euros (R$ 1,6 bilhão) em Philippe Coutinho, Dembélé & Cia.

4º – Paris Saint-Germain – 1,04 bilhão de euros (R$ 4,9 bilhões)

Foi o protagonista na última temporada, quando fez de Neymar o jogador mais caro da história e ainda levou Mbappé. O PSG foi “tímido” nesta janela de transferências.

Publicidade

5º – Real Madrid – 1,02 bilhão de euros (R$ 4,8 bilhões)

O clube merengue voltou a agitar o mercado – fez seu terceiro maior investimento da história – e alcançou a casa de 1 bilhão de euros em reforços nas últimas dez janelas.

6º – Manchester United – 994,55 milhões de euros (R$ 4,7 bilhões)

Publicidade

Mourinho queria mais reforços – a principal contratação foi o brasileiro Fred. Depois de quatro temporadas seguidas em que passou da casa de 100 milhões de euros em contratações, o Manchester United fechou esta janela investindo 82,7 milhões de euros (R$ 396 milhões).

7º – Chelsea – 977,9 milhões de euros (R$ 4,6 bilhões)

O clube inglês, há anos, é um dos mais poderosos do mercado da bola. Nesta janela de transferências, fez de Kepa o goleiro mais caro da história.

Publicidade

8º – Liverpool – 860,36 milhões de euros (R$ 4,1 bilhões)

Outro protagonista da janela recém-encerrada, o Liverpool fez o maior investimento da sua história em reforços – gastou 182,2 milhões de euros (R$ 873 milhões).

9º – Inter de Milão – 653,87 milhões de euros (R$ 3,1 bilhões)

Publicidade

A diferença de investimentos para os mais ricos é considerável. O belga Nainggolan foi o mais caro do clube italiano nesta janela de transferências.

10º – Roma – 643,55 milhões de euros (R$ 3 bilhões)

Fecha o Top 10 após gastar o maior valor de sua história em uma janela de transferências – 130,6 milhões de euros (R$ 626 milhões).

Publicidade