Publicidade

O argentino Santiago Solari assumiu interinamente o comando do Real Madrid, após a demissão de Julen Lopetegui. Solari é um ex-jogador merengue – defendeu o clube de 2000 a 2005, conquistando Champions League e duas ligas espanholas, entre outros títulos. Ele aumenta a tradição: o Real costuma ter técnicos que jogaram pelo clube. O próprio Lopetegui foi um deles.

Solari participou da era galáctica do Real Madrid | Foto: Real Madrid / Divulgação

Se Lopetegui não deu certo – ficou apenas 135 à frente do Real Madrid -, há outros exemplos de sucesso. O último deles foi Zidane, companheiro de Solari na época em que jogavam.

Há casos também de ídolos que viraram técnicos da base, como Raúl, Morientes e Guti. Os últimos três treinadores do Real foram jogadores do clube: Lopetegui, Zidane e Rafa Benítez.

Publicidade

LEIA MAIS

Suárez agora é o quinto maior artilheiro da história do Barcelona: veja a lista
Evaristo, Romário… Coutinho: os brasileiros do Barcelona que marcaram no Real Madrid
Os clubes que mais faturaram na última edição da Champions League
Benzema supera Nistelrooy no ranking da artilharia da Champions League
Neymar completa 50 jogos de Champions: relembre sete partidas especiais do craque
Sete brasileiros que já se valorizaram na Premier League

Os três técnicos mais vencedores do clube também brilharam como jogadores. Além deles, tem até campeão mundial e um dos maiores ídolos do Real na lista.

Campeões como jogador e técnico do Real Madrid

Miguel Muñoz

Publicidade

Técnico com mais títulos na história do Real Madrid, Miguel Muñoz jogou pelo clube de 1948 a 1958, conquistando três Taças dos Campeões e quatro ligas espanholas. Como treinador, comandou o time de 1959 a 1974, ganhando 14 troféus, sendo nove Campeonatos Espanhóis e duas Taça dos Campeões Europeus, a antiga Champions League.

Quarto da esquerda para direita, Miguel Muñoz já como técnico e campeão | Foto: Real Madrid / Divulgação

Luis Molowny

Defendeu o Real de 1946 a 1957, conquistou uma Taça dos Campeões e dois Espanhóis. Outro técnico histórico do clube – foi ultrapassado por Zidane na galeria dos maiores campeões. Molowny dirigiu o clube merengue em algumas ocasiões, entre 1974 a 1986 – foram quatro passagens. Ele conquistou oito títulos, sendo três ligas espanholas.

À direita, Molowny, terceiro técnico com mais títulos na história merengue | Foto: Real Madrid / Divulgação

Di Stéfano

Ídolo e lenda merengue, brilhou com a camisa do clube de 1953 a 1964 – ganhou cinco Taça dos Campeões e oito Espanhóis. Di Stéfano foi técnico do Real por três temporadas (1982/1983, 1983/1984 e 1990/1991). Foi campeão da Supertaça da Espanha.

Di Stéfano é um dos maiores ídolos do clube | Foto: Real Madrid / Divulgação

Del Bosque

Publicidade

Atuou pelo Real de 1973 a 1984, conquistando cinco ligas. Como técnico, Vicente del Bosque comandou o time em 1996, 1996 e de 1999 a 2003. Dirigiu Solari e Zidane. Ganhou duas Champions League e dois Campeonatos Espanhóis, entre outros títulos. Pela Espanha, foi campeão mundial em 2010 e da Eurocopa de 2012.

Del Bosque à época em que era meia | Foto: Real Madrid / Divulgação

Valdano

Foi atacante do Real de 1984 a 1987 (conquistou três Espanhóis e duas Copas da Uefa) e técnico do clube de 1994 a 1996, sendo campeão espanhol. Depois, virou dirigente merengue, cargo que exerceu até 2011.

Valdano foi jogador, técnico e dirigente merengue | Foto: Real Madrid / Divulgação

Schuster

Campeão espanhol pelo Real duas vezes na época de jogador – atuou pelo time de 1988 a 1990 -, Schuster voltou ao clube como técnico na temporada 2007/2008 e também conquistou o título da liga.

Schuster, outro campeão como jogador e como técnico | Foto: La Liga / Divulgação

Zidane

Publicidade

Brilhou como atleta – de 2001 a 2006 – e também fez história como técnico, de 2016 até a última temporada. Sob o comando de Zidane, o Real conquistou três Champions League, dois Mundiais de Clube, duas Supercopas da Europa, um Campeonato Espanhol e uma Supercopa da Espanha. Isso em dois anos e cinco meses!

Zidane deixou o Real Madrid após ganhar nove títulos | Foto: Real Madrid / Divulgação