Publicidade

Brilhar na Copa do Mundo significa se valorizar no mundo da bola. O Real Madrid é um especialista em contratar quem se destacou no Mundial. De 2002 para cá, o clube merengue se notabilizou por reforços com “selo” Copa do Mundo. A história vai se repetir agora? Veja quem brilhou no Mundial e depois foi para o Real.

Copa do Brasil

Em 2014, o Real Madrid contratou James Rodríguez. O colombiano brilhou na Copa do Mundo – foi o artilheiro do torneio. O clube merengue pagou 75 milhões de euros ao Monaco para contratá-lo.

James Rodríguez brilhou no Brasil e foi contratado pelo Real Madrid | Foto: Real Madrid / Divulgação

O goleiro Keylor Navas também foi contratado após se destacar na Copa com a Costa Rica, sensação do torneio após sobreviver ao grupo da morte com Itália, Inglaterra e Uruguai. O Real pagou 10 milhões de euros ao Levante para contratar o atleta.

Navas se destacou em Mundial e foi para o gol do Real Madrid | Foto: Real Madrid / Divulgação

Copa de 2010

Publicidade

O Real Madrid, em 2010, foi buscar dois atletas que se destacaram pela Alemanha na África do Sul: Khedira e Özil. O volante, que defendia o Stuttgart, custou 14 milhões de euros, enquanto Özil, à época no Werder Bremen, custou 18 milhões de euros.

Khedira e Özil: destaques em 2010 e reforços do Real Madrid | Foto: Real Madrid / Divulgação

Di María, mesmo com uma Copa discreta com Argentina, foi contratado pelo Real por 33 milhões de euros, junto ao Benfica. O meia era um desejo do técnico José Mourinho.

Di María não brilhou em 2010, mas foi um reforço de peso do Real Madrid | Foto: Real Madrid / Divulgação

Copa de 2006

Após levantar a taça da Copa do Mundo com a Itália, Cannavaro foi para o Real. A situação da Juventus, punida com queda para a Série B após escândalo de manipulação de resultado no futebol italiano, contribuiu (o clube negociou alguns atletas). O clube meregue pagou 7 milhões de euros por Cannavaro, eleito o melhor do mundo em 2006.

Cannavaro levantou a taça da Copa do Mundo e foi para o Real | Foto: Real Madrid / Divulgação

Copa de 2002

Publicidade

Ronaldo, após brilhar na conquista brasileira da Copa de 2002, foi para o clube merengue. O Fenômeno foi vendido pela Inter de Milão por 45 milhões de euros. O Real também se aproveitou do relacionamento estremecido entre Ronaldo e Héctor Cúper, então técnico da Inter.

Ronaldo foi artilheiro da Copa do Mundo de 2002 | Foto: Divulgação

Leia também:

Quem o Brasil mais enfrentou em Copas do Mundo? Veja a lista de adversários
‘Valor Brasil’ da seleção de Tite é mais baixo que em 2014 e 2010
Brasileiros que jogaram pelo Manchester United: relembre as histórias
Top 10: os jogadores mais valiosos que estão fora da Copa do Mundo
Os técnicos do Brasil em todas as Copas: Tite se junta a seleto grupo