Publicidade

Tite anunciou, nesta segunda-feira, os 23 convocados para a Copa do Mundo. A lista reforça uma tendência do século XXI: os clubes estrangeiros dominam as convocações. Apenas três atletas que atuam no Brasil foram chamados para o Mundial da Rússia. Em 2002, o domínio foi “nacional”: 13 atletas atuavam no país. De lá para cá, qual clube cedeu mais jogadores à Seleção? A resposta é o Real Madrid.

Real Madrid, do lateral Marcelo, é o clube que mais cedeu atleta no século XXI | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

O Manchester City, com quatro atletas, domina a lista da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo da Rússia. O Paris Saint-Germain cedeu três – seriam quatro, mas Daniel Alves se machucou e ficou fora, dando lugar a Danilo, do City.

Leia também:

Publicidade

Gigantes fora da Liga dos Campeões: saiba quem são
Artilheiro, garçom e outros números: detalhes do recorde do Barcelona no Espanhol
Guerrero volta a marcar pelo Flamengo e faz da Chapecoense uma das principais vítimas
Os salários dos técnicos da Copa do Mundo: Tite é o segundo da lista
Manchester City tem o elenco mais valioso da Europa: veja o top 10
Cristiano Ronaldo vai igualar recorde de Maldini na Champions League

De 2002 para cá, 11 clubes brasileiros cederam atletas para a Seleção. Ao todo, 41 times “emprestaram” jogadores para o Brasil nos Mundiais, sendo 28 da Europa, 1 da América do Norte (Canadá) e um da Ásia (China).

Os clubes brasileiros em Copas no século XXI

Em 2002, oito clubes brasileiros cederam atletas para a Seleção (Palmeiras, Corinthians, Atlético-MG, São Paulo, Grêmio, Atlético-PR, Flamengo e Cruzeiro). Na ocasião, 13 atletas (56% da lista) jogavam no país – o Tricolor Paulista e o Timão cederam três jogadores, enquanto Grêmio, dois). O São Paulo e o Corinthians, por sinal, foram os times com mais jogadores da Seleção naquela Copa.

Publicidade

Na Copa de 2006, apenas dois clubes brasileiros foram representados no Mundial: São Paulo, com dois atletas (Rogério Ceni e Mineiro), e Corinthians (Ricardinho).

O número de 2010 aumentou para três clubes brasileiros (Cruzeiro, com Gilberto, Flamengo, com Kleberson, e Santos, com Robinho). Na Copa no Brasil, novamente três clubes do país cederam atletas à Seleção (Botafogo, com Jefferson, Atlético-MG, com Victor e Jô, e Fluminense, com Fred).

Agora, o Brasil vai para Rússia com três atletas que jogam no país: Cássio e Fágner, do Corinthians, e Geromel, do Grêmio.

A lista da Seleção para a Copa da Rússia

Publicidade

Goleiros

Alisson (Roma)
Ederson (Manchester City)
Cássio (Corinthians)

Laterais

Publicidade

Marcelo (Real Madrid)
Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Danilo (Manchester City)
Fágner (Corinthians)

Zagueiros

Marquinhos (Paris Saint-Germain)
Miranda (Inter de Milão)
Thiago Silva (Paris Saint-Germain)
Geromel (Grêmio)

Publicidade

Meio-campistas

Casemiro (Real Madrid)
Fernandinho (Manchester City)
Fred (Shakhtar Donetsk)
Paulinho (Barcelona)
Renato Augusto (Beijing Guoan)
Philippe Coutinho (Barcelona)
Willian (Chelsea)

Atacantes

Publicidade

Neymar (Paris Saint-Germain)
Gabriel Jesus (Manchester City)
Firmino (Liverpool)
Douglas Costa (Juventus)
Taison (Shakhtar Donetsk)

Os clubes que cederam atletas à Seleção no século XXI

Real Madrid – 9 atletas
Inter de Milão – 8 atletas
Barcelona – 7 atletas
Roma – 6 atletas
Paris Saint-Germain – 6 atletas
Corinthians – 6 atletas
Lyon – 5 atletas
Milan – 5 atletas
São Paulo – 5 atletas
Chelsea – 5 atletas
Manchester City – 5 atletas
Atlético-MG – 3 atletas
Bayern de Munique – 3 atletas
Benfica – 3 atletas
Wolfsburg – 3 atletas
Grêmio – 3 atletas
Juventus – 3 atletas
Shakhtar Donetsk – 3 atletas
Bayer Leverkusen – 2 atletas
Flamengo – 2 atletas
Cruzeiro – 2 atletas
Tottenham – 2 atletas
Palmeiras – 1 atleta
Atlético-PR – 1 atleta
Parma – 1 atleta
Bétis – 1 atleta
Hertha Berlim – 1 atleta
Arsenal – 1 atleta
Panathinaikos – 1 atleta
Galatasaray – 1 atleta
Santos – 1 atleta
Sevilla – 1 atleta
Villarreal – 1 atleta
Botafogo – 1 atleta
Toronto – 1 atleta
Napoli – 1 atleta
Fluminense – 1 atleta
Zenit – 1 atleta
Atlético de Madrid – 1 atleta
Beijing Guon – 1 atleta
Liverpool – 1 atleta