Publicidade

A responsabilidade não era pequena: substituir o artilheiro do Brasil de 2017. Porém, Pedro matou no peito, assim como balançou a rede do Botafogo com um toque de categoria. O atacante do Fluminense tem dado conta do recado. Ele chegou a 11 gols na temporada e se igualou na terceira colocação entre os atletas de Série A com mais gols no ano.

Pedro tem 11 gols na temporada | Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C / Divulgação

O jovem atacante de 20 anos assumiu a condição de titular do Fluminense com a ida de Henrique Dourado, goleador do país em 2017, para o Flamengo. De cara, Pedro foi artilheiro do Carioca, com sete gols (mesmo número que balançou as redes na temporada passada). O começo de Brasileiro é animador: três gols em cinco jogos, é o vice-artilheiro do torneio. O outro gol do centroavante no ano foi na Sul-Americana.

Leia também:

Publicidade

Lista da Seleção: elenco tem valor de mercado de quase R$ 4 bilhões
Brasil vai disputar uma Copa sem jogadores de clubes cariocas pela segunda vez
Qual clube cedeu mais atletas para a Seleção em Copas neste século?
Gigantes fora da Liga dos Campeões: saiba quem são
Os salários dos técnicos da Copa do Mundo: Tite é o segundo da lista

Em 2017, Pedro balançou as redes sete vezes. Ele fez dois gols pelo Brasileirão, dois pelo Carioca e um pela Sul-Americana, Copa do Brasil e Primeira Liga. Consolidado como titular, tem conquistado a torcida tricolor.

Pedro no pódio da Série A

Com 11 gols em 2018, ele se iguala a Ricardo Oliveira, do Atlético-MG, e a Borja, do Palmeiras, na terceira colocação dos goleadores dos clubes da Série A. O trio fica atrás de Neilton, que tem 15 gols com a camisa do Vitória, e Arthur, autor de 17 gols pelo Ceará.

Os artilheiros dos times da Série A

Publicidade

América-MG

Aylon – 6 gols
Giovanni, Serginho e Rafael Moura – 4 gols

Atlético-MG

Publicidade

Ricardo Oliveira – 11 gols
Roger Guedes – 8 gols

Atlético-PR

Éderson – 10 gols
Pablo – 5 gols

Publicidade

Bahia

Vinícius – 9 gols
Edigar Junio – 8 gols

Botafogo

Publicidade

Brenner – 8 gols
Kieza – 4 gols

Ceará

Arthur – 17 gols
Andrigo e Élton – 6 gols

Publicidade

Chapecoense

Wellington Paulista – 9 gols
Guilherme – 6 gols

Corinthians

Publicidade

Rodriguinho – 8 gols
Jadson – 5 gols

Cruzeiro

Thiago Neves – 8 gols
Arrascaeta – 7 gols

Publicidade

Flamengo

Vinicius Júnior e Henrique Dourado – 9 gols
Diego – 5 gols

Fluminense

Pedro – 11 gols
Marcos Junior – 7 gols

Grêmio

Everton – 8 gols
Luan – 7 gols

Internacional

Pottker e Nico López – 5 gols
D’Alessandro – 4 gols

Palmeiras

Borja – 11 gols
Keno – 7 gols

Paraná

Diego Gonçalves – 4 gols
Carlos Eduardo e Thiago Santos – 2 gols

Santos

Gabriel Barbosa – 10 gols
Rodrygo e Eduardo Sasha – 6 gols

São Paulo

Diego Souza – 5 gols
Nenê – 4 gols

Sport

Marlone – 6 gols
Anselmo – 5 gols

Vasco

Pikachu – 9 gols
Andrés Rios – 8 gols

Vitória

Neilton – 15 gols
Denilson – 10 gols