Publicidade

O destino de Griezmann é uma das “atrações” do mercado da bola. O Barcelona deseja contratar o atacante francês e pode pagar 100 milhões de euros (cerca de R$ 435 milhões) para tirá-lo do Atlético de Madrid. Griezmann entraria para a lista de contratações mais caras do clube, mas não o suficiente para ser o número 1. O atleta mais caro da história do Barça é Philippe Coutinho.

Philippe Coutinho é o jogador mais caro da história do Barcelona | Foto: Divulgação

O jornal “As”, da Espanha, publicou uma lista com as contratações mais caras do Barcelona. Além de Philippe Coutinho, outro dois brasileiros estão no top 10: Paulinho, também contratado na última temporada, e Neymar (terceira maior transação do clube).

Leia também:

Publicidade

‘Valor Brasil’ da seleção de Tite é mais baixo que em 2014 e 2010
Brasileiros que jogaram pelo Manchester United: relembre as histórias
‘Time’ dos 100 milhões de euros: os atletas mais valiosos da Copa do Mundo
Top 10: os jogadores mais valiosos que estão fora da Copa do Mundo
Dança das cadeiras na Série A: trocas em 50% dos clubes neste ano
Os técnicos do Brasil em todas as Copas: Tite se junta a seleto grupo

O Barcelona abriu os cofres na última temporada. Após a ida de Neymar para o Paris Saint-Germain (o clube francês pagou a multa rescisória de 222 milhões de euros), o Barça foi ao mercado e contratou Dembélé, segundo mais caro da lista, e depois Coutinho, além de Paulinho.

Outros dois atletas sul-americanos completam a lista das dez maiores contratações do clube: o ex-atacante argentino Saviola e o urugauio Luis Suárez.

As dez contratações mais caras do Barcelona

Publicidade

1º – Philippe Coutinho – 120 milhões de euros
2º – Dembéle – 115 milhões de euros
3º – Neymar – 88,2 milhões de euros
4º – Suárez – 81,7 milhões de euros
5º – Ibrahimovic – 69,5 milhões de euros
6º – David Villa – 40 milhões de euros
7º – Paulinho – 40 milhões de euros
8º – Marc Overmars – 40 milhões de euros
9º – André Gomes – 37 milhões de euros
10º – Javier Saviola – 35,9 milhões de euros