Publicidade

A derrota do Vasco para a Universidade de Chile, na última terça-feira, em São Januário, pela Libertadores, foi uma ducha de água fria para o torcedor. Porém, temos motivos para dizer que nem tudo está perdido. Podemos dizer também que os torcedores rivais deitaram e rolaram com memes na internet. Porém, no futebol é um dia assim e outro assado. Listamos cinco motivos para manter a fé na classificação para a próxima fase.

Em 1998 começou com derrota, mas…

Publicidade

Embora fora de casa, o Vasco também estreou com derrota na campanha do título da Libertadores de 1998. E pelo mesmo placar de 1 a 0. O adversário, na ocasião, foi o Grêmio, no Estádio Olímpico.

Foi até pior lá atrás…

Publicidade

O Vasco ainda se deu ao luxo de perder o segundo jogo, contra o Guadalajara, também por 1 x 0, no México. Aliás, vitória mesmo apenas na terceira rodada, quando o Vasco goleou por 3 a 0 o Grêmio no Rio. Antes, empate em 1 a 1 com o América, na Cidade do México. Depois veio a vitória sobre o Guadalajara e o empate com o América, ambos no Rio.

O que tem pela frente?

Publicidade

Os outros adversários do Vasco no grupo, além da Universidad de Chile, são Racing, da Argentina, e o Cruzeiro. Valendo o retrospecto, o Vasco leva a melhor sobre o Racing. São sete confrontos, com duas vitórias vascaínas, quatro empates e uma derrota. Os encontros mais recentes ocorreram em 1997, pela Supercopa da Libertadores. No primeiro jogo, em São Januário, empate por 1 a 1. Na volta, no El Cilindro, nova vitória cruzmaltina, agora por 3 a 2.

Por outro lado…

Publicidade

No confronto direto contra o Cruzeiro, o Vasco leva a pior. São 57 jogos no total, sendo 16 vitórias vascaínas, 19 empates e 22 vitórias do Cruzeiro. Se é possível servir de consolo, o Cruzeiro começou a Libertadores 2018 pior do que o Vasco. Estreou com derrota por 4 a 2 para o Racing. Seja o que Deus quiser.

Quem ri por último…

Publicidade

Na edição do ano passado da Libertadores, o Flamengo, maior rival do Vasco, começou a competição vencendo por 4 a 0 San Lorenzo. Porém, na hora da decisão, o Flamengo fechou a primeira fase em terceiro lugar no Grupo 4. Curiosamente, o mesmo San Lorenzo que iniciou a fase goleado, fechou a fase de grupos em primeiro lugar. É só seguir o exemplo, Vasco.

Leia também:

10 jogadores que quase mataram os torcedores do coração
Real Madrid quer fechar a ‘operação Neymar’ antes da Copa
Barcelona enfim tira Neymar de publicidade
Você lembra quais foram os capitães do Brasil em todas as Copas do Mundo?
Stephen Hawking no futebol: teoria do pênalti perfeito e trollada em Luis Suárez
Dez jogadores que quase mataram do coração seus torcedores
Brasileiros que podem jogar a Copa do Mundo por outras seleções
Será a última chance de ver estes 13 craques em uma Copa do Mundo