Publicidade

O chileno Alexis Sánchez ainda não engrenou com a camisa do Manchester United. Até agora, soma apenas três gols pelo clube em 23 jogos. Sánchez continua em branco nesta temporada depois de cinco partidas e nem sequer foi relacionado na derrota para o West Ham, pela Premier League. O atacante precisa lidar com uma “maldição”: a da camisa 7. Desde a saída de Cristiano Ronaldo, em 2009, quem usou o número não conseguiu brilhar, relembra o “Marca”.

O número 7 no Manchester United vai além de Cristiano Ronaldo. George Best, Eric Cantona e Beckham se destacaram com o número às costas antes de o português brilhar e até ser eleito o melhor do mundo pelo clube. Porém, depois de CR7, até agora ninguém conseguiu chegar perto do sucesso do quarteto de ídolos do United.

LEIA MAIS

Publicidade

CR7 é o atleta mais bem pago por post publicitário no Instagram: veja o Top 5
Pogba, Casillas, Schweinsteiger… Mourinho tem lista de problemas com atletas
Com Modric, Real Madrid aumenta lista de melhores do mundo
Modric, Boban, Suker… a galeria de feras da bola da Croácia
Messi supera Daniel Alves e crava novo recorde no Campeonato Espanhol
Top 10: os atletas mais caros contratados por Jurgen Klopp

A maldição da camisa 7 do Manchester United

Michael Owen

O atacante inglês herdou a camisa 7 de Cristiano Ronaldo no Manchester United. Owen teve uma passagem sem muito brilho. Ele ficou três temporadas no clube – fez 17 gols em 52 jogos.

Valencia

Publicidade

O equatoriano usou o número depois da saída de Owen. Não caiu bem, tanto que pediu para voltar a utilizar a camisa 25.

Di María

Contratação de peso para a temporada 2014/2015, o meia-atacante argentino não conseguiu brilhar com a camisa 7. Fez apenas uma temporada pelo Manchester United, com quatro gols em 32 jogos.

Publicidade

Memphis Depay

O holandês chegou ao United na temporada 2015/2016 e logo envergou a pesada camisa. Depay não foi bem: marcou sete gols em 45 jogos. Depois de oito partidas na temporada seguinte, foi negociado com o Lyon, clube que defende até hoje.

Sánchez

Publicidade

A camisa 7 ficou sem dono por cerca de um ano, até a chegada de Sánchez, ex-Arsenal. A expectativa era a de que a maldição finalmente acabasse. Porém, até agora…