Publicidade

Campeão mundial com a França em 1998, Henry começou a caminhada como técnico. Ele assumiu o Monaco, em substituição ao português Leonardo Jardim, demitido pelo início ruim de temporada. Henry se junta a outros ex-companheiros de título que também viraram treinadores.

Henry foi auxiliar de Roberto Martínez na seleção da Bélgica na Copa do Mundo da Rússia. O francês ganhou evidência e não demorou a surgir um convite especial – ele foi revelado pelo Monaco.

A geração campeã de 1998 fez história com o primeiro título mundial da França e deu bons frutos na função de técnico. Deschamps, volante daquele time, comandou a conquista deste ano como treinador. E ainda tem Zidane, que começou na função com “apenas” três títulos de Champions League.

Publicidade

LEIA MAIS

Ronaldinho, Pato, Robinho… os brasileiros mais caros da história do Milan
Paquetá vai entrar no Top 10 dos mais caros do Milan
Maior garçom de Messi: Suárez ultrapassa Daniel Alves na Liga; veja o Top 10
Dez contratações caras que têm jogado pouco até agora: três brasileiros na lista
CR7, Messi, Neymar, Súarez… veja o número de hat-tricks de 20 craques

Os campeões de 1998 que são técnicos

Henry

Ex-atacante com faro de gols apurado, Henry marcou três vezes na campanha vitoriosa em 1998. Revelado pelo Monaco, também defendeu a Juventus, Arsenal, pelo qual brilhou intensamente, Barcelona (foi peça importante também) e encerrou a carreira nos Estados Unidos, no New York Red Bulls, em 2014.

Henry já começou a trabalhar como técnico do Monaco | Foto: Monaco / Divulgação

Deschamps

Publicidade

O atual técnico da França escreveu seu nome na história como atleta e como treinador. Deschamps, Zagallo e Beckenbauer são os únicos campeões mundiais como jogador e como técnico.

Deschamps continua à frente da França após título mundial | Foto: Federação Francesa de Futebol / Divulgação

Zidane

O craque daquele time também virou um fora de série como técnico. Pelo menos foi o que mostrou no primeiro e único trabalho como treinador até aqui. Zidane assumiu o Real Madrid em 2016 e conquistou três Champions League consecutivas – um recorde -, além de um título do Campeonato Espanhol, dois Mundiais, duas Supercopas da Europa e uma Supercopa da Espanha. Há muita expectativa quanto ao próximo passo de Zizou na profissão – o nome dele é constantemente ligado ao Manchester United, por exemplo.

Zidane deixou o Real Madrid após ganhar nove títulos | Foto: Real Madrid / Divulgação

Patrick Vieira

O ex-volante fez história ao lado de Henry no Arsenal. Vieira se aposentou dos gramados em 2011, no Manchester City. Vai enfrentar o ex-companheiro como técnico: ele comanda o Nice desde o início da temporada. Antes, treinava o New York City, dos Estados Unidos.

Vieira vai enfrentar o companheiro de título mundial e de Arsenal | Foto: Nice / Divulgação

Laurent Blanc

Publicidade

Ex-zagueiro da geração de 1998, Blanc comandou a seleção francesa após a Copa do Mundo de 2010. Ficou no cargo até 2012 – a campanha na Euro pesou para a saída (eliminação para a Espanha nas quartas de final). Foi técnico do Paris Saint-Germain de 2013 a 2016, pelo qual foi tricampeão nacional – já havia sido campeão francês pelo Bordeaux. Atualmente, está no mercado.

Blanc na época de PSG: comandou o clube por três temporadas | Foto: PSG / Divulgação