Publicidade

O Flamengo terá dois representantes na Rússia. O lateral-esquerdo Trauco e Guerrero vão defender o Peru na Copa do Mundo – a lista final foi anunciada nesta segunda-feira. Eles se juntam a Fierro e a Erazo como os gringos rubro-negros em Mundiais e também aumentam a lista de atletas do clube em Copas.

Trauco e Guerrero foram campeões carioca no ano passado | Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Trauco chegou ao Flamengo no ano passado e assumiu a titularidade com a venda de Jorge. O lateral-esquerdo se destacou ofensivamente. Em 2018, perdeu espaço e virou reserva de Renê. O peruano disputou apenas cinco jogos pelo Fla este ano.

Leia também:

Publicidade

Willian chega ao pódio da artilharia do Palmeiras no Allianz Parque
Dança das cadeiras na Série A: trocas em 50% dos clubes neste ano
Dez supertransfências que podem agitar o mercado da bola
Os técnicos do Brasil em todas as Copas: Tite se junta a seleto grupo
Valor de mercado: qual atleta mais valioso do Brasileirão? Veja o top 10
Seleção Brasileira dos não convocados? Brasil teria um time de respeito

Guerrero viveu uma saga para disputar a Copa do Mundo. Um efeito suspensivo da Justiça da Suíça permite a participação do atacante na Rússia, a pena por doping foi aumentada para 14 meses. O contrato do camisa 9 com o Flamengo vai até agosto. O futuro é incerto no clube. Ele disputou três jogos pelo Rubro-Negro este ano e fez um gol.

Os gringos do Flamengo nas Copas

O primeiro estrangeiro que defendia o Flamengo a ser convocado para uma Copa do Mundo foi Fierro, meia do Chile, em 2010. Ele chegou ao Fla em 2008 e foi campeão brasileiro no ano seguinte. Ficou no clube até 2011. Ao todo, disputou 93 jogos e fez dois gols.

Publicidade

Em 2014, Erazo disputou a Copa do Mundo pelo Equador. Contratado no início daquele ano, chegou cercado de expectativa justamente por ser de seleção. Porém,  falhou com a camisa do Flamengo e quase não jogou. Disputou apenas sete jogos e depois foi emprestado.

O Flamengo na Copa do Mundo

O Flamengo esteve presente em 17 das 20 edições anteriores da Copa do Mundo. Apenas em 1934, 1962 e 2006 que o clube não teve atleta no Mundial. O recorde rubro-negro foi em 1958, quando quatro jogadores foram convocados para a Seleção Brasileira (Joel, Moacir, Dida e Zagallo).

Zico foi o atleta que mais representou o Flamengo em Copas do Mundo. O maior ídolo do clube disputou os Mundiais de 1978, 1982 e 1986. Ao todo, com Trauco e Guerrero, o Fla cedeu 35 atletas para Copas.

Publicidade

Do pentacampeonato do Brasil, o Flamengo só ficou fora de 1962. Em 58, cedeu quatro atletas. Em 1970, em 1994 e em 2002, um jogador para cada conquista.

Os atletas do Flamengo em Copas

1930 – Benevenuto e Moderato
1938 – Wálter, Domingos da Guia e Leonidas
1950 – Juvenal e Bigode
1954 – Dequinha, Rubens e Índio
1958 – Joel, Moacir, Dida e Zagallo
1966 – Paulo Henrique e Silva Batuta
1970 – Brito
1974 – Renato e Paulo César Caju
1978 – Toninho e Zico
1982 – Leandro, Junior e Zico
1986 – Sócrates e Zico
1990 – Zé Carlos e Renato Gaúcho
1994 – Gilmar
1998 – Júnior Baiano e Zé Roberto
2002 – Juninho Paulista
2010 – Kleberson e Fierro (seleção do Chile)
2014 – Erazo (seleção do Equador)
2018 – Trauco e Guerrero (seleção do Peru)