Publicidade

O “clube” está crescendo. O “time” dos jogadores que custaram pelo menos 100 milhões de euros ganhou um novo integrante: Hazard. O meia belga trocou o Chelsea pelo Real Madrid e se tornou o oitavo atleta no mercado da bola a atingir tal barreira.

O mercado da bola, desde a temporada 2017/2018, tem presenciado transações cada vez mais “robustas”. Neymar, jogador mais caro da história, puxou a fila e deu início a contratações recentes acima de 100 milhões de euros.

É a segunda contratação do Real Madrid que atinge esta barreira. O clube espanhol empata com Barcelona e Paris Saint-Germain. Manchester United e Juventus completam o ranking.

O ‘time’ dos 100 milhões de euros

Bale

Publicidade

O galês foi o primeiro jogador a atingir a barreira dos 100 milhões de euros no mercado da bola. Bale foi contratado pelo Real Madrid na temporada 2013/2014, junto ao Tottenham, por 101 milhões de euros (R$ 441 milhões, na cotação atual).

Bale brilhou na vitória do Real Madrid | Foto: Twitter Real Madrid / Divulgação

Pogba

O volante francês, na temporada 2016/2017, foi contratado pelo Manchester United, junto à Juventus, por 105 milhões de euros (R$ 458 milhões, na cotação atual). Pogba foi o segundo a atingir esta barreira.

Pogba foi para o Manchester United por uma fortuna | Foto: Premier League / Divulgação

Neymar

O craque brasileiro trocou o Barcelona pelo Paris Saint-Germain, na temporada 2017/2018, e se tornou o jogador mais caro da história – único a atingir a barreira dos 200 milhões de euros. O PSG pagou a multa rescisória de 222 milhões de euros (R$ 969 milhões, na cotação atual).

Neymar é jogador mais caro da história | Foto: C. Gavelle / PSG / Divulgação

Dembélé

Publicidade

O atacante francês foi escolhido pelo Barcelona para ser o substituto de Neymar. Dembélé foi contratado na temporada 2017/2018, junto ao Borussia Dortmund, por 125 milhões de euros (R$ 545 milhões, na cotação atual).

Dembélé foi contratado como substituto de Neymar | Foto: Divulgação

Philippe Coutinho

O Barcelona, também na temporada 2017/2018, mas na janela de inverno, tirou o meia-atacante brasileiro do Liverpool. O clube espanhol já desembolsou 145 milhões de euros (R$ 633 milhões, na cotação atual). A “conta” pode aumentar para 160 milhões de euros (R$ 698 milhões) com as outras variáveis previstas no acordo.

Philippe Coutinho é o mais caro da história do Barcelona | Foto: Twitter Barcelona / Divulgação

Mbappé

O craque francês foi para o Paris Saint-Germain, inicialmente, por empréstimo. Na temporada 2018/2019, Mbappé foi contratado em definitivo, junto ao Monaco, numa operação de 135 milhões de euros (R$ 589 milhões, na cotação atual).

Mbappé é uma das feras do PSG | Foto: Paris Saint-Germain / Divulgação

Cristiano Ronaldo

Publicidade

O craque português trocou o Real Madrid pela Juventus e se tornou o sétimo atleta que custou na barreira dos 100 milhões de euros. O clube italiano pagou 117 milhões de euros (R$ 510 milhões, na cotação atual) nesta temporada (2018/2019).

CR7 é o número 7 deste ranking | Foto: Juventus / Divulgação

Hazard

O meia belga deixou o Chelsea e fechou contrato por cinco anos com o Real Madrid. Além dos 100 milhões de euros, a imprensa espanhola fala em variáveis previstas no acordo na casa de 30 milhões de euros (R$ 436 milhões).

Hazard é o mais novo integrante deste clube de peso | Foto: Chelsea / Divulgação