Publicidade

O São Paulo recorre à Roma para resolver seu problema problema na lateral direita, após a suspensão do contrato de Régis. Por isso, o clube monitora a situação de Bruno Peres, no clube italiano. Assim o São Paulo tenta trazer por empréstimo o jogador de 28 anos.
A se confirmar a negociação, Bruno Peres viria a engrossar uma lista de talentos que passaram por ambos os clubes. Separamos alguns aqui para relembrar. Vale conferir.

01 – CAFU

Cafu foi o último capitão campeão (Arquivo Fifa)

Publicidade

Cafu sofreu para iniciar a carreira no São Paulo, em 1989. Passou por nove peneiras. Persistente, não apenas virou ídolo tricolor como conquistou no Morumbi o título mundial de 1992. Na Roma, ganhou o Scudetto em 2001. Sua disposição lhe valeu o apelido de “Il Pendolino”, ou “Expresso”, traduzido para o português. Aos 33 anos, deixou a Roma para defender o Milan.

02 – CARLOS ALBERTO FALCÃO

Publicidade

03 – RAFAEL TOLÓI – ZAGUEIRO

Chegou ao São Paulo com 21 anos, depois de se destacar pelo Goiás. Ficou no Morumbi até 2015, mas no início de janeiro de 2014 foi emprestado à Roma para um período de seis meses. Estreou na vitória sobre o Torino, por 2 a 1, em 25 de março daquele ano. Jogou cinco vezes, quatro delas como titular. Retornou ao Morumbi, onde completou 100 jogos pelo Tricolor. Depois retornou à Itália, para o Atalanta.

04 – FÁBIO SIMPLICIO

Publicidade

Em 2002 havia o Supercampeonato Paulista, edição conquistada pelo São Paulo quando Fábio Simplício fazia parte do time. Ainda pelo São Paulo, o jogador conquistou o Torneio Rio-São Paulo, em 2001. Cria do Morumbi, profissionalizou-se no ano 2000. Foi para o futebol italiano em 2004, quando vestiu a camisa do Parma. Chegou à Roma apenas em 2010, no dia 1º de junho. Assinou contrato de três anos com salário, à época, de 1,1 milhões de euros por temporada. Algo em torno de R$ 4,8 milhões.

05 – TONINHO CEREZO

Toninho Cerezo (Divulgação São Paulo)

Publicidade

Atuou pela roma de 1983 a 1986, conquistando duas Copa da Itália (1983-84 e 1985-86). Logo que chegou virou titular, mandando para a reserva o rival Carlo Ancelotti. Depois de passar pela Sampdoria, conquistando o Campeonato Italiano e mais duas Copas da Itália, retornou ao Brasil, para o São Paulo. Participou das campanhas do bicampeonato mundial interclubes, em 1992 e 1993. Tem no currículo, também, o Paulista de 1992.

06 – ANTONIO CARLOS (ZAGO)

Antonio Carlos na Roma (Divulgação)

Publicidade

Passou a integrar o elenco do São Paulo em 1990, onde ficou por dois anos, trabalhando com Telê Santana. Deixou o São Paulo para uma rápida passagem pelo Albacete, da Espanha. Voltou e conquistou o Paulista de 1993 e 1994, além dos Campeonatos Brasileiros nos mesmos anos e, de quebra, faturou o Torneio Rio-São Paulo em 1993, já com a camisa do Palmeiras. Antonio Carlos defendeu os quatro principais clubes paulistas. Em 1998 estava na Roma, onde conquistou o Campeonato Italiano de 2001 e a Supercopa da Itália, no mesmo ano. Atuou na Roma entre 1998 e 2002. Encerrou a carreira como jogador em 2007, pelo Santos, utilizando a camisa 10, mesmo já estando acertado como diretor técnico do Corinthians.

07 – ADRIANO (IMPERADOR)

Chulapa e Adriano, um encontro casual dos mais geniais (Reprodução Instagram)

Publicidade

Quando Adriano (na foto, ao lado de Chulapa, ídolo São-paulino) vestiu a camisa do São Paulo, o fez por empréstimo, pois pertencia à Internazionale. Ficou no Morumbi apenas em 2008, atuando 28 vezes e marcando 17 gols. Já estava em declínio na carreira, porém, mantinha a fama de artilheiro. Em seguida, o Imperador seguiria para o Flamengo, indo depois para a Roma, onde atuou na temporada 2010/2011. Atuou apenas oito vezes e marcou um gol.

08 – CICINHO

Cicinho assinou contrato com o São Paulo em 2004 e conquistou o Paulista de 2005, a Libertadores e o Mundial de Clubes no mesmo ano. Despertou interesse do Real Madrid mas, apesar do título espanhol da temporada 2006-07, foi dispensado. Foi assim que chegou à Roma, no fim de 2007, para conquistar a Copa da Itália 2007-08 e Supercopa da Itália, na mesma temporada.

Publicidade

LEIA TAMBÉM:

Geração belga já movimentou mais de R$ 2 bilhões no mercado da bola
CR7 na Juventus? Pode ser a transferência mais cara do clube : veja o top 10
Há 10 anos, veja quem movimentava o mercado da bola na Europa
Brasileiros livres pelo mundo que podem reforçar seu clube
Vinicius, Rodrygo, Pato… as maiores transferências de atletas sub-18

09 – MICHEL BASTOS

Publicidade

Hoje com 34 anos, defende o Sport. Em sua longa carreira, passou por vários clubes brasileiros e do exterior. Defendeu a Roma em 2014, emprestado ao Al Ain. Jogou 17 vezes, marcando dois gols. Ainda em 2014 chegou ao São Paulo, onde ficou até 2016. Marcou 22 gols em 120 jogos disputados.

10 – JÚLIO BAPTISTA

Júlio Baptista nos bons tempos de São Paulo (Divulgação)

Iniciou carreira no São Paulo, jogando como volante ao lado de Kaká e Luis Fabiano. No Tricolor, ficou entre 2000 e 2003, jogando 114 vezes e marcando 19 gols. Passou a integrar o time da Roma em 2008, marcando presença na Itália. Jogou 77 vezes, marcando 15 gols.