Publicidade

Arturo Vidal é mais uma cara nova do Barcelona e foi apresentando nesta segunda-feira. O volante chileno foi contratado, junto ao Bayern de Munique, por 18 milhões de euros (R$ 77 milhões). Com Vidal, o Barça agora soma 125,9 milhões de euros (R$ 543 milhões) em reforços. Trata-se da terceira maior quantia gasta pelo clube em janelas de transferências, de acordo com dados do “Transfermarkt”.

Vidal na apresentação no novo clube | Paco Largo / Barcelona / Divulgação

Agora, a atual janela só perde para a da temporada passada, quando o Barcelona ultrapassou a casa dos 300 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão, em reforços), e a da temporada 2014/2015.

LEIA MAIS

Publicidade

Top 10: os brasileiros que já movimentaram a janela de transferências
Ronaldinho, Edmílson, Malcom… veja quem o Barcelona foi buscar na França
Brasileiros dominam lista de transferências mais caras da Premier League

É a sexta vez que o Barcelona supera a barreira dos 100 milhões de euros em reforços. A primeira vez que isso aconteceu foi na temporada 2009/2010.

O Top 10 do Barcelona no mercado da bola

1º – 339,37 milhões de euros – temporada 2017/2018

O recorde do Barcelona foi na última temporada. Após perder Neymar para o Paris Saint-Germain pela multa rescisória de 222 milhões de euros (R$ 957 milhões, na cotação atual), o clube movimentou o mercado da bola. Dembélé custou 115 milhões de euros (R$ 496 milhões, na cotação atual), enquanto Philippe Coutinho foi contratado por 125 milhões de euros (R$ 539 milhões, na cotação atual). Ao todo, o Barça gastou 339,37 milhões de euros (R$ 1,4 bilhão, na cotação atual).

Philippe Coutinho foi a transação mais cara da história do Barcelona | Foto: Divulgação Barcelona

2º – 166,72 milhões de euros – temporada 2014/2015

Publicidade

Para completar o tridente MSN, o Barcelona tirou Suárez do Liverpool por 81,72 milhões de euros (R$ 352 milhões, na cotação atual). Rakitic e Ter Stegen, entre outros, também foram contratados naquela janela. Ao todo, o Barça gastou 166,72 milhões de euros (R$ 719 milhões, na cotação atual). É o segundo maior valor desembolsado pelo clube.

3º – 125,9 milhões de euros – temporada 2018/2019

Com a contratação de Vidal, o Barça agora soma 125,9 milhões de euros (R$ 543 milhões) gastos em reforços. O mais caro desta janela de transferências é o brasileiro Malcom, contratado junto ao Bordeaux por 41 milhões de euros (R$ 176 milhões).

Malcom assinou por cinco temporadas | Foto: Barcelona / Divulgação

4º – 124,75 milhões de euros – temporada 2016/2017

Publicidade

O clube gastou 124,75 milhões de euros (R$ 538 milhões, na cotação atual). A contratação mais cara foi a de André Gomes, por 37 milhões de euros (R$ 159 milhões, na cotação atual).

André Gomes ainda não vingou no Barcelona | Foto: Divulgação Barcelona

5º – 113,5 milhões de euros – temporada 2009/2010

Foi a primeira vez que o Barça superou a casa de 100 milhões de euros em reforços. Ao todo, o clube gastou 113,5 milhões de euros (R$ 489 milhões, na cotação atual) em reforços na ocasião. O mais caro foi Ibrahimovic, que custou 69,5 milhões de euros (R$ 299 milhões, na cotação atual).

Ibrahimovic não deixou saudade | Foto: Divulgação Barcelona

6º – 101,2 milhões de euros – temporada 2013/2014

O Barcelona contratou apenas dois atletas na ocasião e ultrapassou a barreira dos 100 milhões de euros. Neymar e Bojan Krkic, somados, custaram 101,2 milhões de euros (R$ 436 milhões, na cotação atual). O Barça desembolsou 88,2 milhões de euros (R$ 380 milhões, na cotação atual) pelo brasileiro.

Neymar brilhou com títulos e gols pelo Barcelona | Foto: Divulgação Barcelona

7º – 97,1 milhões de euros – temporada 2000/2001

Publicidade

Há 18 anos, o Barcelona gastou 97,1 milhões de euros (R$ 418 milhões, na cotação atual) no mercado da bola. O nome mais caro foi o holandês Marc Overmars, contratado junto ao Arsenal por 40 milhões de euros (R$ 172 milhões, na cotação atual).

Overmars se caracterizava pela habilidade e velocidade | Foto: Divulgação Barcelona

8º – 96 milhões de euros – temporada 2008/2009

O lateral-direito brasileiro Daniel Alves foi o atleta mais caro do Barça na janela da temporada 2008/2009. Ele foi contratado, junto ao Sevilla, por 35,5 milhões de euros (R$ 153 milhões, na cotação atual). Ao todo, o clube gastou 96 milhões de euros (R$ 414 milhões, na cotação atual) em reforços.

9º – 93,1 milhões de euros – temporada 2001/2002

Publicidade

No início do século XXI, o Barça gastou 93,1 milhões de euros (R$ 401 milhões, na cotação atual) em reforços. O atacante argentino Javier Saviola foi o mais caro. Ele custou 35,9 milhões de euros (R$ 154 milhões, na cotação atual).

Saviola entre Ronaldinho e Kluivert | Foto: Divulgação Barcelona

10º – 78,5 milhões de euros – temporada 2004/2005

O Top 10 se encerra com as contratações para a temporada 2004/2005. Na ocasião, o Barça gastou 78,5 milhões de euros (R$ 338 milhões, na cotação atual). O mais caro foi Eto’o, que custou 27 milhões de euros (R$ 116 milhões, na cotação atual).

Eto’o fez história no clube | Foto: Miguel Ruiz / Barcelona / Divulgação