Publicidade

De apostas a jogadores renomados, o Real Madrid sempre foi atuante no mercado da bola. Porém, costuma amargar desilusão com alguns reforços. O jornal “As”, da Espanha, fez uma lista com as contratações mais decepcionantes de Florentino Pérez, presidente merengue há anos, à frente do clube.

Cinco brasileiros foram “lembrados” entre as contratações mais decepcionantes do dirigente: Kaká, Lucas, Silva, Robinho, Danilo e Cicinho. Florentino Pérez reassumiu a presidência do Real Madrid em 2009. Já havia sido presidente de 2000 a 2006.

Publicidade

LEIA MAIS

A maldição da camisa 7: Sánchez é mais um a sofrer no Manchester United
CR7 é o atleta mais bem pago por post publicitário no Instagram: veja o Top 5
Pogba, Casillas, Schweinsteiger… Mourinho tem lista de problemas com atletas
Com Modric, Real Madrid aumenta lista de melhores do mundo
Modric, Boban, Suker… a galeria de feras da bola da Croácia

As contratações mais decepcionantes de Florentino no Real Madrid

Kaká

Eleito melhor do mundo pelo Milan, Kaká não teve o mesmo sucesso pelo Real Madrid. Ele disputou 120 jogos e fez 29 gols pelo clube merengue. O brasileiro custou 67 milhões de euros (R$ 305 milhões, na cotação atual).

Publicidade

James Rodríguez

Destaque na Copa de 2014, foi contratado por 75 milhões de euros (R$ 342 milhões, na cotação atual). James Rodríguez não conseguiu brilhar o esperado, viveu altos e baixos. Foi cedido, por empréstimo, ao Bayern de Munique.

Illarramendi

Publicidade

Contratado por 38,9 milhões de euros (R$ 177 milhões, na cotação atual), o meio-campista atuou por apenas duas temporadas pelo clube merengue e depois voltou para a Real Sociedad.

Lucas Silva

O volante brasileiro custou 14 milhões de euros (R$ 63 milhões, na cotação atual). Pouco jogou (apenas nove partidas) e está emprestado ao Cruzeiro.

Publicidade

Danilo

O lateral-brasileiro foi contratado por 31,5 milhões de euros (R$ 143 milhões, na cotação atual) e decepcionou. Foi vendido ao City por 30 milhões de euros (R$ 136 milhões, na cotação atual).

Wálter Samuel

Publicidade

Contratado por 25 milhões de euros (R$ 114 milhões, na cotação atual), o zagueiro argentino atuou apenas uma temporada pelo clube merengue. Foi para a Inter de Milão e virou ídolo.

Robinho

O brasileiro foi contratado por 24 milhões de euros (R$ 109 milhões, na cotação atual). Não deixou saudade em Madri (disputou 137 jogos e fez 35 gols) – foi vendido ao Manchester City.

Publicidade

Cicinho

O ex-lateral-direito foi contratado por 4 milhões de euros (R$ 18 milhões, na cotação atual). Cicinho, de 2005 a 2007, fez 32 jogos e três gols pelo clube merengue.

Cicinho se destacou pelo São Paulo e foi para o Real Madrid | Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net / Divulgação

Woodgate

O zagueiro inglês custou 22 milhões de euros (R$ 100 milhões, na cotação atual) e fez apenas 14 jogos com a camisa do Real Madrid. Sofreu com lesões.

Publicidade

Fábio Coentrão

O lateral português, contratado por 30 milhões de euros (R$ 136 milhões, na cotação atual), sofreu com críticas na Espanha. Rescindiu esta temporada e assinou com Rio Ave, de Portugal, clube que o revelou.

Gravesen

Publicidade

Foi o “cão de guarda” do Real Madrid galáctico. O volante custou 3,5 milhões de euros (R$ 15 milhões, na cotação atual) e fez 49 jogos e um gol pelo clube merengue. Brigou com Robinho em treino.

Gravesen defendeu o Everton depois

Garay

O zagueiro argentino custou 10 milhões de euros (R$ 45 milhões, na cotação atual) e defendeu o clube por apenas duas temporadas (2009/2010 e 2010/2011), totalizando 31 jogos. Defende o Valencia desde 2016.

Pedro León

Custou 10 milhões de euros (R$ 45 milhões, na cotação atual). O atacante espanhol fez apenas 14 jogos e dois gols na única temporada (2010/2011) pelo clube. Hoje, defende o Eibar.

Nuri Sahin

O meia turco foi contratado por 10 milhões de euros (R$ 45 milhões, na cotação atual). Fez apenas dez jogos e um gol na temporada 2011/2012. Atualmente, defende o Werder Bremen, da Alemanha.

Odegaard

O jovem norueguês foi contratado por 2,8 milhões de euros (R$ 12 milhões, na cotação atual) ainda para a base. Fez apenas um jogo pelo time profissional. Aos 19 anos, foi emprestado pelo clube merengue ao Vitesse, da Holanda.