Publicidade

“Ninguém sabe o que passei para chegar até aqui”. Vida de jogador-celebridade não é fácil. Basta ver que o assunto Neymar chegou a ganhar tanto ou mais destaque do que a própria Copa nas manchetes. O cara não tem folga. Mas, se a vida do Neymar não é fácil, o que dizer daqueles outros jogadores brasileiros que estão longe dos holofotes?
Separamos 10 jogadores que se encaixam nesse perfil. Eles dão duro em gramados pelo mundo mas, longe das mídias, não conseguem ou ainda não decolaram. Confira jogadores brasileiros promessas que não vingaram pelo mundo.

Rafael Miranda

Volante do elenco que conquistou o título da Série B, em 2006, pelo Atlético Mineiro. Após rápida passagem pelo Atlético-PR, em 2009, por empréstimo, transferiu-se para o Marítimo, de Portugal. Voltou ao Brasil em 2013, passando pelo Bahia, ABC e Ferroviária. Regressou ao futebol português em 2016. Atualmente tem 33 anos e defende o Vitória de Guimarães.

Publicidade

Malcom

Meia ofensivo, tem no currículo o título de campeão brasileiro de 2015, pelo Corinthians. Porém, fez parte da barca que deixou o clube, após a conquista. Foi parar no Bordeaux, da França. Volta e meia é sondado por clubes como o Liverpool, Juventus, Roma… Tem 21 anos.

Gabriel Silva

Publicidade

Cria do Palmeiras, atuou na lateral esquerda do clube entre 2010 e 2011. Transferiu-se para o futebol italiano, onde defendeu a Udinese, Novara, Carpi e Genoa. Tem no currículo também o futebol espanhol, jogando pelo Granada. Aos 27 anos, defende atualmente o Saint-Étienne, da França.

Samir

Zagueiro tratado como promessa pelo Flamengo, fez parte da campanha do título da Copa do Brasil em 2013. Em 2015 foi negociado com a Udinese, da Itália, onde está até hoje. Tem apenas 23 anos.

Publicidade

Cidinho

Cidinho durante sua apresentação ao Béziers, da França

Meio de campo, de 24 anos, formado nas categorias de base do Botafogo. Defendeu o clube carioca como profissional de 2011 a 2015, quando atuou com Seedorf, formando a dupla Cidinho-Sidão. Teve problema com lesões, que o afastaram do gramado e do próprio clube. Em 2016 chegou a assinar com o Sepahan Isfahan, do Irã, mas no ano seguinte mudou-se para o Avenir Sportif Bézers, da França. Atualmente, disputa a segunda divisão francesa.

Publicidade

Leia mais:

Se confirmado na Juventus, Cristiano Ronaldo já chega com recorde
Brasileiros livres pelo mundo que podem reforçar seu clube
Vinicius, Rodrygo, Pato… as maiores transferências de atletas sub-18
Ronaldo, Zidane, Suker… há 20 anos, os destaques e craques da Copa de 1998
Brasileiros do Shakhtar Donetsk: Moraes e Fernando aumentam a lista

Leandro Castán

Publicidade

Fez fama no Corinthians, mas iniciou a carreira no Atlético Mineiro. Transferiu-se para o futebou sueco em 2007, partindo em seguida para a Itália. Atualmente defende o Cagliari, mas pertence à Roma. Atua como zagueiro e latetal esquerdo e é irmão do também defensor Luciano Castán.

Vinícius Araújo

Fez parte do time campeão brasileiro em 2013, sob o comando do técnico Marcelo Oliveira. Foi vendido ao Valencia em 2014, mas ficou rodando por outros clubes europeus, sempre emprestado. Atacante, defende atualmente o Real Zaragoza. Tem 25 anos.

Publicidade

Dória

Outro das categorias de base do Botafogo, que chegou a vestir a camisa da Seleção Brasileira. Deixou o Alvinegro para vestir a camisa do Olympique de Marselha. Tem ainda passagem pelo São Paulo no currículo e pelo Granada, por empréstimo. Atualmente tem 23 anos, defender o Yeni Malatyaspor, da Turquia.

Luis Henrique

Publicidade

Uma outra promessa botafoguense obrigada a se virar no lado B do futebol internacional. Destacou-se na campanha da Série B, em 2015. Fez parte da seleção que disputou o Mundial Sub-17, no mesmo ano. Aos poucos foi perdendo espaço no Botafogo, transferiu-se para o Atlético-PR e, agora, defende o Feirense, de Portugal.

Alex Teixeira

Alex Teixeira, formado no Vasco, destaque do Shakhtar

Formado no Vasco, destacou-se em seleções brasileiras nas divisões de base. Como profissonal, participou ca campanha do título vascaíno da Série B, em 2009. Despertou o interesse do Shakhtar Donetsk, da Rússia, clube que o contratou em 2010. Atraído pelo rico futebol chinês, transferiu-se para Jiangsu Suning. Tem 28 anos.