Publicidade

Pensa que vida de torcedor é boa? Selecionamos 10 motivos que mostram que a realidade muitas vezes é outra, principalmente quando envolve jogadores considerados craques. Em vez de torcer, a gente se contorce…

01 Borombombom borombombom…


Ausente em jogos importantes do Flamengo no fiasco da Libertadores em 2017, Frederico Mancuello apareceu no Twitter para festejar a classificação da Lanús, na Libertadores. Irritou não apenas torcedores do Flamengo, mas também do seu ex-clube, o Independiente.

Publicidade

02 Convite para bloco de Carnaval

Em janeiro último, o Remo tomou um sacode do Independente na segunda rodada do Campeonato Paraense de 2018. No retorno, após a derrota por 2 a 0, o zagueiro Martony gravou um vídeo convidando torcedores para um bloco de Carnaval, que se aproximava. As reações foram imediatas nas redes sociais, tanto que Martony foi parar na reserva.

03 “O gol mais perdido da minha vida”, diz Deivid

Publicidade

O lateral direito Leo Moura tocou para Deivid que, a um passo do gol, conseguiu acertar a trave e perder a jogada. O lance deixaria o Flamengo à frente do placar contra o Vasco, na semifinal da Taça Guanabara de 2012. No fim, o Vasco ganhou de virada, por 2 a 1, encerrando um jejum de quase três anos sem vitórias sobre o rival, com direito à vaga na final.

04 Nãoooooo, Julio Cesar!

Publicidade


O Botafogo estava com a vaga na final da Copa do Brasil de 2007 nas mãos. Mas as mãos do goleiro Julio Cesar jogaram contra. O gol da classificação do Figueirense, adversário do Botafogo na semifinal, saiu aos 43 minutos da etapa final. Cleiton Xavier chutou de longe, mas o goleiro aceitou.

05 O estrategista


Final da Copa do Brasil de 2017, decisão por pênaltis entre Flamengo e Cruzeiro. O goleiro Muralha, do Flamengo, jogou por terra a crença de que “pênalti é loteria”. Decidiu que iria pular em todas as cobranças para a direita. Os adversários perceberam e cobraram para a esquerda, à exceção do lateral Diogo Barbosa, que mandou para a direita e marcou.

Publicidade

Leia também:

Será a última chance de ver esses 13 craques disputando uma Copa do Mundo
Brasileiros que podem jogar a Copa por outras seleções. Confira!

Com três novidades, era Tite chega a 63 convocados na Seleção Brasileira
Cristiano Ronaldo liga modo turbo e lidera artilharia de 2018
Flamengo x Emelec: elenco equatoriano vale um pouco mais que Vinicius Júnior
Coisas que aprendemos a amar no futebol
Túlio Maravilha ressurge e vai disputar a Quarta Divisão do Carioca
Dorival Júnior cai no São Paulo: Série A já trocou 20% dos técnicos

06 Márcio Araújo não!!!

Publicidade


O Flamengo vencia por 1 a 0 o rival Fluminense na partida válida pelas quartas de final da Copa do Brasil 2017. Aos 32 minutos do segundo tempo, o técnico Reinaldo Rueda resolveu lançar o volante Márcio Araújo no lugar de Everton. Assim que o jogador tirou o colete, um torcedor viu a cena e se desesperou, levando as mãos à cabeça de fazendo gestor para que o treinador desistisse da ideia. Márcio Araújo entrou e nada aconteceu. No jogo seguinte, o Flamengo garantiu a vaga na sequência.

07 Cavadinha de mierda…


Em julho de 2015, o Málaga, da Espanha, foi até a Argentina fazer um amistoso contra o San Lorenzo, que havia vencido a Libertadores no ano anterior. Após empate em 0 a 0 no tempo normal, a peleja foi decidida nos pênaltis. Num deles, o meia Fernando Tissone, argentino do Málaga, arriscou uma cavadinha, muito bem defendida pelo goleiro José Devecchi, que matou a bola no peito pra tirar onda. Melhor para a torcida do San Lorenzo, que bateu o adversário por 4 a 3, para tristeza dos torcedores do Málaga.

Publicidade

08 O que Cueva?


Peru e Nova Zelândia disputaram a repescagem por uma vaga na Copa do Mundo da Rússia, em novembro do ano passado. Os peruanos venceram por 2 a 0, mas um lance chamou atenção. O meia Cueva, em cobrança de escanteio, acertou a bandeira de corner e acabou dando apenas um toque na bola. Na sequência, um jogador adversário conseguiu tirar a bola do peruano, que ficou sem reação.

09 Ah, Pato…

Publicidade


Outubro de 2013 foi uma loucura para os corintianos, que viram Alexandre Pato tirar o Corinthians da Copa do Brasil. Nas quartas de final, na decisão por pênaltis, o atacante arriscou uma cavadinha e Dida defendeu com facilidade. Assim, o Grêmio avançou para as semifinais, vencendo por 3 a 2, para tristeza da Fiel.

10 Cadê a bola?

Em novembro último, na Bundesliga, o goleiro Robin Zenter, do Mainz, fez uma lambança das grandes. Ao dominar a bola, contra o Borussia M’gladbach, quis enfeitar e quase toma um gol. Ao perceber um atacante se aproximando, tentou o chute, mas a bola já não estava mais onde ele havia deixado. Chutou o ar, numa cena hilária. Felizmente, conseguiu se recuperar e acertar um segundo chute para longe. A partida terminou 1 a 1, por pouco.