Publicidade

Os jogadores de futebol estão em constante pressão. Mas quando este limite é superado e vira medo é porque algo de errado está acontecendo. Foi o que aconteceu com o zagueiro Josh Hope, de apenas 22 anos, que anunciou o fim da sua carreira após sofrer ameaças do Melbourne Victory, clube da Austrália.

Josh Hope abandonou os gramados (Foto: Instagram)

Josh Hope comentou o caso em entrevista à tradicional revista esportiva “SportsBible”.

– Eu cometi um pênalti em um jogo, algo normal e que acontece com a vida de qualquer jogador. Mas após a partida as minhas redes sociais começaram a ser invadidas por fanáticos. Falavam que se eu cometesse um outro pênalti eu morreria. Fiquei com medo pela minha família e pela minha própria integridade física – disse ele.

Publicidade

O agora ex-jogador explicou que já sofria preconceito por outras coisas.

– A torcida criticava o meu cabelo. Nunca vi um jogador ser analisado pela aparência – disse ele.

Josh Hope lembrou da pressão sofrida

Antes de encerrar carreira, Josh Hope atendia os torcedores (Foto: Instagram)

Josh Hope explicou que a pressão se tornou insuportável.

Publicidade

– Você entra em campo com o pensamento de não errar, mas de forma muito mais pressionada. Aí nunca mais fui o mesmo – disse ele.

O ex-jogador não quis antecipar o que pretende fazer da vida. Ainda novo pode buscar uma nova carreira, longe do esporte. Mas é certo que ele não pretende nunca mais entrar em um gramado como profissional.