Publicidade

Não houve acordo na reunião entre Jorge Messi, pai e representante do craque Lionel Messi, e o presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu. Assim as duas partes caminham para uma disputa jurídica. O jogador não quer mais atuar no clube espanhol e manifestou isso por fax na semana passada. Mas a diretoria do clube espanhol entende que ele só deixará o Nou Camp se alguém pagar a multa rescisória, avaliada em 700 milhões de euros (mais de R$ 4 bilhões). Mas quais são os trunfos de Messi e Barcelona nesta guerra?

Messi x Bartomeu: quem leva esta queda de braço? (Foto: Barcelona)

Lionel Messi diz que está exercendo a cláusula que lhe dá direito a deixar o Barcelona ao fim de cada temporada mesmo tendo contrato em vigor. Entretanto a data final para exercer esta cláusula era 10 de junho e é nisso que o Barcelona se prende. Mas o jogador entende que 10 de junho era apenas por se tratar de fim de temporada, mas que com a prorrogação da mesma por conta da pandemia do Coronavírus, era preciso esperar para se posicionar. Assim Messi não se apresentou para a pré-temporada do Barcelona, que se iniciou no domingo. O clube ameaça multá-lo.

Leia também:

Neymar e Di Maria se unem por Messi no PSG
Não foi só Messi! Relembre craques que saíram mal do Barcelona

Publicidade

Assim é importante ver os trunfos de cada um:

Trunfos de Messi

Pandemia do Coronavírus

Campeonato Espanhol teve fim adiado (Foto: Twitter Barcelona / Divulgação)

Como a Uefa estendeu a temporada do futebol até agosto por conta da pandemia, Messi tem a seu favor que a data de 10 de junho perdeu validade, pois na verdade representava apenas o dia do fim da temporada prevista antes de o vírus se propagar. A Fifa autorizou a prorrogação de contratos que se encerravam em junho até agosto. Assim não é possível que a entidade máxima do futebol se posicione contra o craque.

Ronald Koeman

Ronald Koeman não quer Messi no Barcelona (Foto: KNVB)

O treinador holandês não quer contar com Lionel Messi no elenco. Além disso deseja reformular o plantel e colocá-lo com a sua cara. Assim precisa de dinheiro que poderia vir de uma possível negociação do craque ou da sua troca por outros jogadores.

Fim do contrato próximo

Vidal e Messi não acreditam (Foto: Uefa)

Messi pode sair de graça em 2021 (Foto: Uefa)

Publicidade

Messi tem contrato até junho de 2021. Assim a partir de janeiro está livre para assinar pré-contrato com outro clube independentemente do aval do Barcelona. O jogador pode sair no próximo ano sem render nada ao Barcelona.

Pressão sobre Bartomeu

Josep Maria Bartomeu está em crise no Barcelona (Foto: Divulgação)

O presidente do Barcelona está sendo pressionado por membros da diretoria a mudar de estratégia e não deixar a situação com Messi virar guerra. Muitos no clube defendem que não adianta manter o craque contrariado ou deixá-lo ir embora sem que o clube ganhe nada por isso daqui a um ano.

Leia também:

Publicidade

Vai ao mercado? Veja atacantes livres na Europa!
Bayern e Perisic estão separados por 3 milhões de euros

Trunfos do Barcelona

Tempo

Grande estrela da La Liga, Lionel Messi sem data para retornar aos gramados

Messi já tem 33 anos (Foto: Uefa)

Caso Messi se negue a jogar pode ficar um ano parado e sendo multado pelo clube. Além disso aos 33 anos ficar um ano parado pode comprometer a carreira do craque.

La Liga

Messi é importante para a imagem do Espanhol (Foto: Miguel Ruiz / Barcelona / Divulgação)

A Liga Espanhola sabe que Messi é importante para a imagem do Campeonato Espanhol. Assim trabalha para manter o jogador. Além disso a entidade é influente na Fifa.