Publicidade

O Milan venceu a Roma por 1 a 0, em jogo válido pelo Campeonato Feminino Italiano. Entretanto, o placar ficou quase que em segundo plano. O jogo reservou um lance de expulsão bizarro. Envolveu a goleira romana Rachele Baldi, já no segundo tempo. O mais curioso, no entanto, é que a bola era do seu time, sendo que tudo aconteceu num tiro de meta, aos 5 minutos da etapa final.

Entretanto, embora bizarro, vale explicar. O árbitro da partida considerou que Baldi fez um passe para a sua colega, mas foi o que realmente pareceu. No entanto, para tentar aliviar o avanço de uma adversária, a goleira teve que dar um segundo toque. Assim, na visão do árbitro – correta -, ela anulou um lance de gol iminente com uma ação ilegal.

Leia também

PSG investe pesado para tirar Sergio Ramos do Real Madrid

Publicidade

Suárez, Thiago Silva, James Rodriguez… feras ignoradas que estão bem na temporada europeia

Comentários