Publicidade

Cristiano Ronaldo provou inúmeras vezes ao longo de sua carreira que é um homem de decisão. Assim, a cantora Shakira, então esposa do zagueiro Piqué, do Barcelona, deveria ter pensado melhor do que zombar da ex-estrela do Real Madrid. Aconteceu durante um fatídico confronto do El Clássico – Barcelona x Real Madrid -, em 2011.

Shakira pode ser estrela pop na música, mas quem canta no futebol é Cristiano Ronaldo Shakira pode ser estrela pop na música, mas quem canta no futebol é Cristiano Ronaldo | Foto: Reprodução

Leia também

Real Madrid vai bem, mas não sabe o que fazer com Asensio e Ceballos

Internazionale acerta pacotão de reforços

Publicidade

Nova era… Christophe Galtier já indica reforços para o PSG

O craque português já aparecia como grande estrela do time blanco, após mudança do Manchester United para Madrid, em 2009. Era apenas o início de uma jornada que renderia 450 gols em 438 jogos, durante nove anos. Ele levou o Real Madrid a uma série de títulos, incluindo dois da La Liga e quatro da Liga dos Campeões.

Silenciando Shakira

Mas foi durante a final da Copa do Rei da temporada 2010/11 que Ronaldo acabou silenciando Shakira. Devido ao seu relacionamento anterior com Piqué, a sensação pop colombiana era presença certa nos clássicos Barcelona x Real Madrid. Assim, em determinado momento, ela foi flagrada no telão, quando Ronaldo desperdiçou uma oportunidade de ouro já na prorrogação. A imagem era de Shakira rindo muito, após o lance desperdiçado pelo português.

Relacionadas

Embora tenha CR7 como "rival" no ataque, Morata roubou o protagonismo na Juventus

Publicidade

Entretanto, Cristiano Ronaldo acabou rindo por último, apenas cinco minutos depois. No lance, ele acertou um cruzamento de Angel di Maria, mandando a bola para o fundo da rede, encerrando a seca de 18 anos do Real Madrid na competição. Assim, o lance ainda rendeu clipe hilário das reações contrastantes de Shakira no Mestella Stadium, em Valência.

Acabou se tornando viral, ressurgindo muitas vezes nos últimos anos. Por outro lado, o Real Madrid não teve que esperar tanto tempo para seu próximo triunfo na competição, pois conquistou o troféu novamente apenas dois anos depois. A estrela? Cristiano Ronaldo.

Comentários