Publicidade

Não foi apenas o título da Eurocopa. Para o Goleiro Donnarumma, a vitória na decisão por pênaltis da Itália sobre a Inglaterra, neste domingo, em Wembley, teve sabor especial. Ele foi eleito pela Uefa o melhor jogador da edição 2020 da competição continental. Ele recebeu um troféu particular pelo feito, logo após a vitória de sua equipe. Mereceu?

Gianluigi Donnarumma festeja o gol de empate da Itália, feito por Leonardo Bonucci. Mas, o melhor viria depois Foto: Andrea Staccioli / Insidefoto Gianluigi Donnarumma festeja o gol de empate da Itália, feito por Leonardo Bonucci. Mas, o melhor viria depois Foto: Andrea Staccioli / Insidefoto

E muito!

Leia também

O choro de Neymar e alegria de Messi: os sentimentos dos craques na final

De Vavá a Neymar: Os grandes craques do Brasil no futebol na história dos Jogos Olímpicos

Publicidade

Messi entra na lista! Os últimos artilheiros da Copa América

Donnarumma sofreu gol logo aos 2 minutos de jogo, não por sua culpa, mas por uma desatenção que começou lá no meio de campo. Depois foi preciso, sempre que necessário. De quebra, defendeu três cobranças, de Rashford, Sancho e Saka.

Vale citar um outro detalhe. Donnarumma foi o jogador que mais tempo esteve em campo na Eurocopa-2020. Ao todo, o goleiro atuou por 719 minutos. Jogou as sete partidas da Itália na competição, sem comprometer. Conforme dados da própria Uefa, Donnarumma realizou nove defesas e sofreu quatro gols ao longo do torneio.

O aspecto que mais chama atenção na performance do goleiro é a sua frieza. Não à toa, Donnarumma foi treinado pelo brasileiro Dida.

Relacionadas

Camavinga
Nuno Tavares Arsenal

Comentários