Publicidade

O Paris Saint-Germain ainda não emplacou na temporada. E a situação coloca Thomas Tuchel sob pressão. Tuchel voltou a ficar ameaçado no PSG e o jogo contra o Lille, neste domingo, pode ser decisivo para a sequência do treinador. De acordo com a “ESPN”, dois nomes são considerados favoritos para substituir o técnico alemão, em caso de demissão: Mauricio Pochettino e Massimiliano Allegri.

Tuchel, PSG Tuchel tem contrato até junho de 2021 | Foto: PSG / Divulgação

O PSG é o vice-líder do Campeonato Francês, com 31 pontos, um a menos do que o Lille. A campanha do Paris Saint-Germain recebe críticas. O time já amargou quatro derrotas, um número considerado alto para quem é dominante na França.

LEIA MAIS! Bayern sai de campo e deixa caminho livre para Mbappé no Real Madrid

Publicidade

Não é a primeira vez que Tuchel fica pressionado na temporada. O PSG precisou reagir para evitar uma surpresa na Champions League e eliminação na fase de grupos. O clube francês conseguiu dar a resposta no duelo com Manchester United e pavimentou o caminho para avançar em primeiro lugar do grupo.

LEIA MAIS! Jürgen Klopp define os dois nomes que o Liverpool vai buscar no mercado

Porém, os tropeços no Campeonato Francês têm tumultuado o ambiente. Neste cenário, dois nomes, de acordo com a “ESPN”, acompanham a situação. Mauricio Pochettino e Massimiliano Allegri são cotados como possíveis substitutos do técnico alemão.

Tuchel não deve renovar com PSG

Publicidade

Esta é a terceira temporada de Tuchel à frente do PSG. O técnico já se viu pressionado em algumas ocasiões. Ele tem contrato com o clube francês até junho de 2021. De acordo com o jornal “Le Parisien”, o treinador não deseja renovar com Paris Saint-Germain.

Um dos motivos, ainda de acordo com o jornal francês, é que Tuchel se vê sempre como alvo da mídia, que constantemente coloca o técnico na berlinda e aborda possível demissão.

Já o jornal “Bild”, da Alemanha, publicou que Tuchel é considerado como substituto de Solskjaer no Manchester United na próxima temporada. O clube inglês pensa no nome do técnico alemão.