Publicidade

O técnico do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, por que Neymar não era escalado como capitão do time em campo. Embora reconheça a capacidade de liderança do brasileiro, o treinador prefere ver a situação por outro lado. Assim, Marquinhos, Kimpembe, Novas, Verrati e até Mbappé sempre foram os escolhidos.

Tuchel quer Neymar focado apenas no jogo  - Foto: FRANCK FIFE/AFP via Getty Images Tuchel quer Neymar focado apenas no jogo – Foto: FRANCK FIFE/AFP via Getty Images

“Falo muito com Neymar cara a cara, estou sempre perto dele e conversamos muito. É importante para mim que ele seja livre para dizer o que pensa. Falamos muito taticamente e pessoalmente, mas ele não está entre os cinco porque não quero que tenha muitas coisas na cabeça. Quero Neymar focado no jogo, que evite se distrair com as outras coisas”, explicou.

Em entrevista coletiva, na manhã deste sábado (13), ele destacou as qualidades do jogador.

Publicidade

“Ele assume suas responsabilidades na área”. É um artista criativo e por isso não quero que ele pense muito nas coisas relacionadas à organização”, avaliou o técnico.

“Se temos coisas realmente importantes, ele é um dos jogadores-chave e isso é normal. Mas quando falamos de assuntos como organizar, fazer um vôo ou uma viagem, não faz sentido inclui-lo. Quero que ele esteja sempre calmo e focado no chão. Assim pode jogar com toda sua liberdade e criatividade”, finalizou.

Leia também

Ibrahimovic fala em longevidade e entrega mais um milagre na carreira

Publicidade

Barcelona, Arsenal, United… veja grandes da Europa que vivem mau momento