Publicidade

Harry Kane já expôs o desejo de deixar o Tottenham. A declaração não caiu bem no clube inglês. De acordo com “Daily Mail”, o presidente do Tottenham, Daniel Levy, não gostou nada do fato de o atacante ter tornado pública a vontade de mudar de ares.

Ainda de acordo com a publicação, o dirigente ficou furioso e considera que Harry Kane faltou com respeito ao Tottenham e que as conversas entre eles, por uma possível saída, deveriam ser preservadas.

Harry Kane Tottenham Harry Kane tem pressa por títulos | Foto: Imago Images

A “traição” pode custar caro a Harry Kane. O Tottenham pode complicar a saída do centroavante inglês, que tem contrato até 2024. O clube, então, pode criar empecilhos e até mesmo se recusar a negociar o jogador.

Relacionadas

Messi e Roberto Carlos
Lautaro Martínez
Cristiano Ronaldo

Publicidade

A imprensa da Inglaterra já havia noticiado a existência de um acordo de cavalheiros entre Harry Kane e Daniel Levy para o atacante ser negociado. Agora, o artilheiro vai precisar acalmar o dirigente.

Aos 27 anos, Harry Kane deseja mudar de ares. A falta de títulos no Tottenham incomoda. O artilheiro ainda não foi campeão na carreira. A preferência dele é continuar na Inglaterra. O Manchester City seria o favorito.

Comentários