Publicidade

Harry Kane moveu uma peça, mas não assustou o Tottenham. O atacante não se apresentou ao clube, nesta segunda-feira, em uma demonstração de que vai forçar a barra para sair. Entretanto, o Tottenham não deu muita bola.

Segundo o “Daily Mail”, o Tottenham vai comprar a “guerra” com Harry Kane. O clube inglês bate o pé. Ou o artilheiro consegue o valor desejado, ou é melhor voltar a treinar.

Harry Kane Tottenham Harry Kane e Tottenham em pé de guerra | Foto: Imago Images

A questão é justamente o valor. Segundo a publicação, o Tottenham só aceita vender Harry Kane por 175 milhões de euros (R$ 1 bilhão). O clube inglês continua inflexível e mantém a calma diante da rebeldia do artilheiro.

Relacionadas

Cristiano Ronaldo
Trippier
Isco Real Madrid

Publicidade

O Tottenham não deseja vender o artilheiro. Por isso este preço “assustador”. E o clube inglês é conhecido por fazer jogo duro no mercado da bola. A estratégia do artilheiro, por enquanto, não funcionou.

Haaland cobiçado! Quem foram as estrelas das últimas 20 janelas

O Manchester City é o principal interessado em Harry Kane, mas este valor é proibitivo para o clube, que também deseja Jack Grealish, do Aston Villa. Sendo assim, o artilheiro fica “amarrado” ao Tottenham.

Publicidade

Semana começa com Pjanic de saída do Barcelona rumo à Juventus

Harry Kane já expôs publicamente o desejo de sair do clube. O artilheiro, de 28 anos, ainda busca o primeiro título na carreira. Entretanto, ele está percebendo que não será fácil mudar de ares, mesmo que force a barra.

Comentários