Publicidade

O mercado da bola tem um olhar especial para os meias. Não é para menos. Os meio-campistas são fundamentais. Eles podem dar solidez, ajudar na marcação, organizar o jogo e até resolver a parada com assistências e gols. Não é à toa que valem muito.

A lista dos meias mais valorizados do mundo, segundo o “Transfermarkt”, especialista em valor de mercado, conta com nomes de peso. Verdadeiros craques.

Galeria de Fotos

O Brasil tem apenas um representante no Top 20 dos meias mais caros do mercado da bola.

Relacionadas

Alexander-Arnold
Marquinhos PSG

Publicidade

Três nomes, empatados, abrem a lista dos meias mais valorizados do mundo: Barella (Inter de Milão), Valverde (Real Madrid) e Saka (Arsenal). Eles são avaliados em 65 milhões de euros (R$ 416,7 milhões).

Os meias cada vez mais valorizados

Já Casemiro (Real Madrid), Goretzka (Bayern de Munique), Milinkovic-Savic (Lazio), Havertz (Chelsea), Rodri (Manchester City) e Florian Wirtz (Bayer Leverkusen) têm valor de mercado de 70 milhões de euros (R$ 448,7 milhões).

Casemiro meias Casemiro é um dos melhores volantes do mundo | Foto: David Ramos/Getty Images

Bernardo Silva (Manchester City), Mason Mount (Chelsea), Declan Rice (West Ham) e Jude Bellingham (Borussia Dortmund) são avaliados em 75 milhões de euros (R$ 480,8 milhões).

Publicidade

Vai ficar? Mbappé faz afago no PSG em entrega de prêmio. Mas mira futuro

Marcos Llorente, do Atlético de Madrid, e Pedri, do Barcelona, dividem a sexta colocação. Eles têm valor de mercado de 80 milhões de euros (R$ 512,8 milhões).

Haaland despreza Premier League e quer a Espanha

Publicidade

Já Kimmich, do Bayern de Munique, e Phil Foden, do Manchester City, estão empatados na quarta colocação. Eles são avaliados em 85 milhões de euros (R$ 544,9 milhões).

Kimmich Bayern de Munique Kimmich é peça-chave do Bayern | Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images

Três meias dividem o topo da lista: De Bruyne (Manchester City), Bruno Fernandes (Manchester United) e Frenkie de Jong (Barcelona), com valor de mercado de 90 milhões de euros (R$ 576,9 milhões).

Comentários