Publicidade

A contratação de Sergio Ramos pelo PSG mexeu com Thiago Silva, campeão da Champions League com Chelsea. O zagueiro brasileiro defendeu o Paris Saint-Germain por oito temporadas. Agora, viu o clube francês oferecer algo ao espanhol que não lhe foi ofertado: dois anos de contrato.

Em entrevista ao programa “Bola da Vez”, da “ESPN Brasil”, Thiago Silva falou sobre o ex-clube e a chegada de Sergio Ramos. Ele revelou tristeza ao ver como o PSG tratou o zagueiro espanhol.

Thiago Silva PSG Thiago Silva deixou o PSG em 2020 | Foto: Imago Images

– Não tinha dúvida que o Paris ia continuar investindo, porque tem o desejo e almeja um dia ganhar a Champions. E com certeza esse momento aí é uma página virada, mas ao mesmo tempo eu reflito muito, penso muito em tudo que aconteceu. Nada contra o Sergio Ramos, mas o Sergio, no momento em que foi oferecido para ele dois anos de contrato, ele tinha a mesma idade que eu tinha no ano passado. Então, isso me deixou realmente triste. Ainda não conversei disso com ninguém ainda, mas me deixou realmente triste, porque parece que eu não tinha feito nada pelo clube, né. Por não ser oferecido nada – declarou Thiago Silva.

Relacionadas

Mbappé PSG
Ferguson e Cristiano Ronaldo

Publicidade

– Ah, Thiago, tem aqui o mínimo. Tem cinco euros para você por mês. Você aceita? Não teve isso. E muitos torcedores achavam que: ‘Ah, o Thiago quer continuar ganhando o que ganha’. Não tem nada a ver. Tanto que, no Chelsea, meu salário, quem sabe e tem mais ou menos a mentalidade dos salários, sabe que eu ganho menos da metade, sabe? Então, não existiu o Thiago não quer baixar salário. Isso não existe, gente. Isso não existe. Então, fica aqui, assim, o meu sentimento – acrescentou.

Thiago Silva foi ídolo do PSG

Não foi a primeira vez que Thiago Silva expôs tristeza pela forma como foi tratado pelo PSG. Ele deixou o clube após a temporada 2019/2020.

Molezinha… Cristiano Ronaldo tem tudo para ampliar artilharia da Champions League

Publicidade

– Não tenho nenhum sentimento triste, quero mais que o Paris vença, porque é um clube que merece todo o respeito. Mas, pela forma que foi, ficou uma coisa dentro de mim, realmente, de tristeza que poderia ter sido feita de uma maneira diferente – afirmou Thiago Silva.

Comentários