Publicidade

O Southampton é o primeiro clube da Premier League a reduzir os salários dos seus jogadores. Conforme decisão anunciada nesta quinta-feira, o motivo é a paralisação causada pela pandemia de Covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Southampton corta salarios em razão do coronavírus - Divulgação Southampton corta salarios em razão do coronavírus – Divulgação

De acordo com o anúncio feito pelo clube, os jogadores aceitaram reduzir os seus salários em abril, maio e junho. O intuito seria “ajudar a proteger o futuro do clube, das pessoas que trabalham nele e da comunidade”.

Também a comissão técnica do Southampton, liderada por Ralph Hasenhuttl, e os diretores vão ter uma redução salarial durante o período.

Publicidade

A Premier League tinha proposto aos clubes uma redução de 30% nos salários dos jogadores, mas não conseguiu chegar a acordo com o sindicato dos jogadores.

Leia também:

Mercado da bola: Top 5 jogadores no Brasil que mais valorizaram