Publicidade

Simeone nos bons tempos de Inter de Milão, com Ronaldo Fenômeno (Divulgação Inter) Simeone nos bons tempos de Inter de Milão, com Ronaldo Fenômeno (Divulgação Inter)

Diego Simeone, técnico do Atlético de Madrid, pode comandar a Inter de Milão a partir de 2021. Foi o que disse nesta quinta-feira o filho do treinador, Giovanni Simeone, ao site Premium Sport. Vale lembrar que Diego tem antiga ligação com a Inter.

O agora treinador argentino, de 47 anos, conquistou a Taça UEFA, temporada 1997/1998 pelo clube italiano. Foram dois anos vestindo a camisa azul e preta. Atualmente, Diego Simeone tem contrato com o Atlético de Madrid que vai até 2020. Porém, ele mesmo já manifestou o desejo de voltar a Inter.

Publicidade

Leia mais:

Brasileirão 2018 já conta com cinco técnicos debutantes
Futebol carioca está na lanterninha do mercado da bola
Leandro Carvalho reforça a lista de paraenses do Botafogo
Barcelona faz lista com sete desafios para Messi em 2018
Jornal divulga metas para Cristiano Ronaldo em 2018

“Ele está feliz no Atlético de Madrid, mas vai chegar o dia em que ele virá”, disse Giovanni.

Simeone festejado pelo título da Copa UEFA (Divulgação Atlético de Madrid) Simeone festejado pelo título da Copa UEFA (Divulgação Atlético de Madrid)

Títulos como treinador

Publicidade

Confira os títulos de Simeona à frente do Atlético de Madrid
– Liga Europa da UEFA: 2011–12
– Supercopa da UEFA: 2012
– La Liga: 2013–14
– Copa do Rei: 2012-13
– Supercopa da Espanha: 2014

Simeone assumiu o comando técnico do Atlético de Madrid em 2011. Antes, havia sido campeão argentino pelo Estudiantes (2006) e pelo River Plate (2008).

Volta de Diego Costa

O atacante Diego Costa deve passar por exames médicos. Ele saiu de campo, na vitória por 4 a 0 sobre o Lleida, pela Copa do Rei, sentindo dores no joelho direito. O brasileiro, que se envolveu numa dividida, deixou o campo sentindo dores.

Publicidade

Diego Costa retornou ao Atlético de Madrid no ano passado, mas só pôde estrear em 2018. Havia uma punição imposta pela FIFA ao clube espanhol. No retorno, em menos de cinco minutos em campo, após entrar no segundo tempo, o brasileiro deixou sua marca de artilheiro. Ajudou o Atlético de Madrid a encaminhar a vaga para as quartas de final da Copa do Rei. Valeu a espera.